Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Diretor da Polícia Federal pede que grevistas evitem excessos

12 dezembro 2003 - 14h36

O diretor da Polícia Federal, Paulo Lacerda, afirmou nesta sexta-feira que as negociações salariais entre a Federação Nacional dos Policiais Federais e o governo devem se prolongar até o ano que vem. Para Lacerda, com a proximidade do recesso parlamentar e dos feriados de Natal e Ano Novo dificilmente haverá avanços nas negociações entre o comando de greve e o Ministério do Planejamento.Lacerda disse esperar que os líderes do protesto mantenham o controle e evitem excessos. "Qualquer ato de intransigência ou de violência representaria a quebra de um princípio da atividade policial", disse Lacerda, ao participar da solenidade de formatura de 533 policiais federais na Academia Nacional de Polícia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TACURU
Motorista morre prensado após bater em trator na rodovia MS-295
DANOS MORAIS
Justiça manda União indenizar Dallagnol por ofensas de Gilmar Mendes
CAPITAL
Servidor da Saúde morre de covid-19 e colegas lamentam "descaso"
EMPREGO
País tem 95 concursos públicos abertos para mais de 10 mil vagas
BRASILEIRAO
CBF anuncia mudanças no protocolo de testes para a Covid-19
RACHADINHA
Defesa de Fabrício Queiroz entra com pedido de liberdade no Supremo
CAMPO GRANDE
‘Preferia morrer ali do que ir com eles’, desabafa mulher vítima de sequestro
INTERNACIONAL
Discurso de Trump é interrompido após tiro do lado de fora da Casa Branca
CORONAVÍRUS
Técnico de enfermagem é o 4º profissional da Saúde morto em Corumbá
JUSTIÇA
Consumidor tem direito de troca imediata de bem essencial ao trabalho

Mais Lidas

REGIÃO
Professora morre ao ter moto atingida por carro
DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Acidente entre carro e moto deixa homem em estado gravíssimo
FRONTEIRA
Ex-lutador de MMA é executado a tiros em confraternização