Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Desacerto em compra de casa termina com três presos por ameaça, extorsão e porte ilegal

10 abril 2020 - 08h30Por André Bento e Osvaldo Duarte

Um desacerto comercial originado na negociação de um imóvel em 2018 terminou com três pessoas presas na tarde de quinta-feira (9) em Dourados por ameaça, resistência, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo e extorsão.

Conforme o registro policial, os acusados são Mauro, de 44 anos, Tiago, de 32 anos, e Osmair, de 50 anos, cabo da Polícia Militar lotado em Campo Grande. Figuram como vítimas um idoso de 71 anos, sua filha e seu genro.

A origem da confusão que terminou na delegacia na tarde de ontem foi a compra de um imóvel do Idoso por Tiago, que um sinal de R$ 8 mil.

No contrato, porém, foi estabelecido que se ele desistisse da compra o valor seria abatido como multa contratual. Após sete meses do pagamento dessa entrada, Tiago desistiu da compra e passou a cobrar de volta os R$ 8 mil.

Sem acerto após seguidas cobranças, ontem Tiago levou Mauro e Osmair para tentar receber o dinheiro. Ele teria oferecido gratificação de R$ 1,5 mil para o policial e os três foram à casa da vítima, no Alto das Paineiras.

Durante a cobrança, chegaram a ameaçar o idoso, sua filha e seu genro. Acionada, a polícia flagrou o cabo da PM da capital com um revólver calibre 38 sem registro. Ele negou que tenha participado da cobrança, mas foi levado para ser detido no 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar), enquanto Tiago e Mauro ficaram na carceragem da delegacia de Polícia Civil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREIOS
Cadela encontra droga avaliada em R$ 200 mil em encomendas despachadas
ECONOMIA
Senado Federal aprova MP do aumento salário mínimo para R$ 1.045
CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher