domingo, 14 de julho de 2024
Dourados
10ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COXIM

Criança de 2 anos é internada em estado grave e mãe é suspeita de espancamento

18 outubro 2017 - 07h20Por Da Redação

Uma menina de dois anos e seis meses está internada em estado grave no Hospital Universitário de Campo Grande. A criança veio transferida de Coxim e a suspeita é de que tenha sido espancada pela prória mãe, de 16 anos.

De acordo com um laudo, a menina sofreu traumatismo craniano e um rompimento no intestino, além de várias lesões pelo corpo.

Conforme o site Coxim Agora, a mãe da menina levou a filha ao Hospital Regional Álvaro Fontoura Silva, em Coxim, na quinta-feira, dia 12 de outubro, porque a criança estava passando mal. Em uma avaliação preliminar, os médicos constataram que ela estava em estado grave e suspeitaram das agressões.

No hospital, a mãe negou o crime e disse que a criança havia escorregado num tapete da casa onde mora, sofrido uma queda e batido com a cabeça no chão.

Mesmo com a negativa da mãe, o caso foi denunciado à polícia, pelo Conselho Tutelar. O Coxim Agora conversou com a tia da menina, Marizélia Rodrigues, que mora em Campo Grande.

Ela contou que há algum tempo a criança vinha apresentando hematomas pelo corpo e que ela mesma já havia feito inúmeras denúncias na polícia para que o caso fosse apurado, inclusive, foi orientada a tirar fotografias das lesões para comprovar as agressões, mas nada foi feito.

Em imagens registradas pela tia, a criança aparece com o canto do olho vermelho, além de vários outros sinais nas pernas e no pescoço. Diante da gravidade, o caso foi registrado como maus-tratos.

O Conselho Tutelar de Coxim também acompanha a situação, junto à DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) da Polícia Civil.

A reportagem tentou conversar com a delegada Sílvia Elaine Girardi, da DAM, mas ela não atendeu aos telefonemas feito em seu celular. Na unidade policial também foi feito contato, mas ela não estava.

Conforme o HU, a menina respira por aparelhos, não poderá se alimentar (será mantida com soro) pelos próximos sete dias e está tomando remédios para estabilizar a pressão arterial. Por estar sendo investigada como a possível agressora, a mãe é mantida longe da criança.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Investimentos públicos potencializam turismo em Rio Verde
MS

Investimentos públicos potencializam turismo em Rio Verde

VIGILÂNCIA

Saúde recomenda atenção para casos de febre Oropouche no país

Eleições 2024: não deixe para a última hora o download do e-Título
ATENÇÃO CIDADÃO

Eleições 2024: não deixe para a última hora o download do e-Título

Idoso é preso por estupro de vulnerável na capital
CRIME

Idoso é preso por estupro de vulnerável na capital

ECA, 34 anos: proteção digital de crianças é principal desafio
DEBATE

ECA, 34 anos: proteção digital de crianças é principal desafio

TRÁFICO

Traficantes são presos com cocaína e maconha em Sonora

OPINIÃO

Sobre "roubo de joias" e outras coisas....

IMPASSE

Pacheco aponta resistência do mercado financeiro a projeto das dívidas estaduais

BRASIL

Câmara aprova definição do projeto marco legal de hidrogênio verde

ESPORTES

Seleção Sub-17 derrota Angola por 3 a 0 e decide título neste domingo

Mais Lidas

MS

Inscrições para o Curso de Libras EAD Nível I do 2º Semestre abrem dia 15 de julho

OPORTUNIDADE

Com recrutamento noturno, indústria abre 400 vagas de trabalho em Dourados

DOURADOS

Ministro admite atraso e prevê projeto de novo terminal do Aeroporto concluído até fim de julho

PREVISÃO

Mais frio: Inmet coloca Dourados em alerta para declínio de até 5ºC na temperatura