Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221
VIOLÊNCIA

Com tiros e facada, período de carnaval tem três assassinatos em Dourados

26 fevereiro 2020 - 10h48Por André Bento

O período de carnaval teve três homicídios em Dourados. Desde a noite de sábado (22) até esta quarta-feira (26), foram assassinatos violentos com características de execução, com diversos disparos de tiros, e até por briga entre casal durante bebedeira, em que a mulher esfaqueou o marido.

A primeira morte ocorreu na noite de sábado, por volta das 20h15, quando Moacir dos Santos Quevedo, de 43 anos, conhecido como Langão, morador no Jardim Clímax, foi alvejado por pelo menos 10 tiros de pistola calibre 9 milímetros quando estava em um ponto de venda de lanches na Rua Independência, Vila Erondina.

Ex-integrante do grupo “Fase Terminal”, que fez sucesso na cidade com músicas nos estilos rap e hip-hop no final da década de 1990, ele foi vítima de homem ainda não identificado que chegou de bicicleta ao local e disparou logo após fazer o pedido de um lanche para distrair a atendente. Após matar Moacir, fugiu a pé.

Na manhã do dia seguinte, domingo, Valdeir Barboza de Souza, de 30 anos, morreu após ser atingido por uma faca de serra. Quem desferiu o golpe foi a esposa dele, Roseli, de 37 anos, que teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia realizada na segunda-feira (24).

Moradores no assentamento indígena Nhu Porã, localizado às margens da rodovia BR-163, em Dourados, eles brigaram após bebedeira que teve início ainda na noite de sábado.

O homicídio mais recente ocorreu na madrugada desta quarta-feira (26), quando Michel Carlos de Oliveira Barbosa, de 19 anos, morador no Jardim dos Estados, morreu depois de ser alvejado por vários disparos de arma de fogo.

Ele e um amigo identificado como William, de 20, residente no Jardim Clímax, seguiam a pé por volta de 1h pela Rua Adroaldo Pizzini, no Jardim Independência, quando dois homens de moto passaram e começaram a atirar contra as vítimas.

Michel foi atingido por ao menos 10 disparos de pistola 9 milímetros, chegou a ser socorrido por equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada no Hospital da Vida. Willian sofreu ferimentos no braço direito e perna esquerda e foi levado por um amigo à mesma unidade de saúde.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Bandidos ameaçaram cortar dedos de mãe e filho feitos reféns em assalto
ECONOMIA
Emendas do senador Nelsinho atende Dourados e mais quatro municípios
AQUIDAUANA
Homem que emprestou moto a autor de feminicídio responderá criminalmente
REGIÃO
Pagamento das parcelas do FCO empresarial está suspenso até dezembro
JURADO DE MORTE
Jovem arremessa ‘pombos’ para dentro de presídio para quitar dívida
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo
PANDEMIA
Paraguai estende quarentena e fronteiras permanecem fechadas
JUSTIÇA
Proprietária deve ser ressarcida pela venda de imóvel adquirido há 25 anos
POLÍTICA
Cidades brasileiras registram panelaço contra presidente Bolsonaro
FIGUERÃO
Traficante se esconde em pântano, mas é preso com 733 quilos de maconha

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí