Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ANGÉLICA

Choro da filha ‘salva’ mãe de ser enforcada pelo marido com fios

02 janeiro 2020 - 12h50Por Da Redação

Uma jovem de 20 anos procurou a Delegacia da Polícia Civil de Angélica, cidade localizada na região do Vale do Ivinhema, depois de ser agredida e enforcada pelo companheiro de 23 anos, na manhã desta quinta-feira, dia 02 de janeiro.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a jovem contou na delegacia que por volta das 8 horas da manhã desta quinta (2) estava em casa quando o companheiro teria começado uma discussão a agredindo com socos. Ele teria pegado ainda fios e enrolado no pescoço da vítima.

Segundo informações do site Midiamax, enquanto enforcava a mulher, a filha da vítima começou a chorar ao presenciar a cena momento em que o autor parou e fez ameaças a esposa, caso ela chamasse a polícia. Ela contou que no dia anterior havia sido agredida pelo rapaz. Não há informações se o homem foi encontrado ou preso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Grande Prêmio do Brasil de F1 pode ser cancelado
CAMPO GRANDE
1ª Câmara Criminal nega recurso de condenado por usar CNH falsa
BRASIL
Governo ainda estuda recriar Ministério da Segurança, diz Mendonça
CRIME AMBIENTAL
PMA desmonta acampamento de pescadores e apreende petrechos ilegais
PANDEMIA
Governo de MS prorroga medidas de apoio aos empresários
ELEIÇÕES
TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias
BRASIL
CPB promove camping virtual com jovens atletas de natação
REGIÃO
Corpo é encontrado no Rio Paraguai
DOURADOS
Entardecer faz temperatura cair 5°C em pouco mais de uma hora
PANDEMIA
Entre as 10 com mais casos de coronavírus em MS, cidade retomará aulas presenciais

Mais Lidas

DOURADOS
Decretos sobre aglomerações, igrejas e comércio terão mais 10 dias de vigência
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico
DOURADOS
Comerciante encontra homem morto ao chegar para abrir estabelecimento
20 VEÍCULOS
"Bonde do contrabando" é apreendido abarrotado de produtos do Paraguai