Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Carretas começam a chegar e DOF estima uma das maiores apreensões do país

06 dezembro 2017 - 09h43Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Das oito carretas apreendidas com cigarros contrabandeados do Paraguai, seis já estão na sede do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), em Dourados. O flagrante ocorreu entre Maracaju e o distrito de Vista Alegre na madrugada desta quarta-feira (6).

Segundo informações apuradas junto ao Departamento, essa é uma das maiores apreensões do produto no país. 

Os cigarros saíram da fronteira e seriam entregues nos grandes centros consumidores do país. Além do contrabando, segundo o DOF, há também alto valor em dinheiro que pode estar ligado ao pagamento de propinas durante o trajeto.

Ainda não há estimativa de quantas caixas de cigarros e nem o valor da carga. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARTIGO
A difícil jornada matrimonial!
ECONOMIA
Sancionada lei de incentivos fiscais para montadoras de veículos
PANDEMIA
Dourados registra 85 casos de Covid e mantém alta em média de confirmações
CIDADE MAIS SEGURA
Com apoio de helicóptero, PM inicia operação e mira regiões críticas de Dourados
TRÁFICO
Polícia Civil incinera mais de meia tonelada de drogas em Nova Andradina
ANTÔNIO JOÃO
Mulher é multada por criar porco do mato no quintal de residência
MATO GROSSO DO SUL
Fundação de Cultura prorroga inscrições de três editais até segunda-feira
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização
BRASIL
Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada
CENTRAL DO CIDADÃO
Com queda constante de energia e calorão, Secretaria proíbe ventiladores de servidores em repartição pública

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade