Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
CONTRABANDO

Carretas com 90 mil pacotes de cigarros são apreendidas

14 novembro 2017 - 11h43Por Da Redação

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreenderam na madrugada de segunda-feira (13), por volta das 4h30, dois caminhões trator acoplados a semirreboques transportando 90 mil pacotes de cigarros de origem estrangeira, sem a documentação de regularidade fiscal.

As apreensões ocorreram durante abordagens do bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS 164. 

O condutor do primeiro caminhão abordado, um homem de 37 anos de idade, disse que levaria os 50 mil pacotes de cigarros até a cidade de São Paulo (SP). 

O segundo caminhão abordado, apropriado para transporte de combustível, transportava 40 mil pacotes de cigarros que seriam entregues em Campo Grande.

A ocorrência foi registrada e entregue na delegacia de Polícia Federal de Dourados para os procedimentos legais.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Deputados sugerem medidas para reduzir mortes violentas no País
PONTA PORÃ
PF faz a maior apreensão de cocaína do ano em MS
DECISÃO
Dono de veículo com irregularidade no gravame será indenizado por danos morais
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,28% com estímulo e dados dos EUA no radar
EDUCAÇÃO
Uems e UFMG realizam encontro ‘Prosas Feministas’ nesta quinta-feira
APREENDIDO
Adolescente de 16 anos gerenciava 'boca de fumo' em cidade de MS
BRASIL
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
PANDEMIA
Coronavírus matou 76 indígenas em Mato Grosso do Sul; 11 são de Dourados
MS
Volume de droga apreendido pelo DOF em 2020 já é quase três vezes maior que em 2019
LEGISLATIVO
Projeto de Lei visa incentivo ao trabalho no campo em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada