Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
ÁGUA CLARA

Carbonizado em colisão entre carretas tinha 47 anos e era de São Paulo

13 novembro 2020 - 21h35Por Da Redação

Foi identificado como sendo Maurício Alves, de 47 anos, o caminhoneiro que morreu carbonizado após acidente envolvendo duas carretas, na madrugada desta sexta-feira, dia 13 de novembro, na rodovia BR-262, próximo à cidade de Água Clara, na região Leste do Estado.

De acordo com o site Perfil News, Maurício era natural de Mirandópolis, no interior de São Paulo.

A vítima dirigia veículo que colidiu na traseira da outra carreta. Com a colisão, o veículo que estava na frente pegou fogo, tendo o condutor da outra ficado preso na cabine. O caminhoneiro morreu carbonizado.

A colisão ocorreu na madrugada, por volta das 3h30, no km 14, próximo ao Córrego do Pombo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Força tarefa da Prefeitura de Dourados retira 50 árvores caídas
DEFESA CIVIL
Força tarefa da Prefeitura de Dourados retira 50 árvores caídas
REGIÃO
Homem é flagrado na BR-267 com droga que saiu de Dourados
Homem é esfaqueado durante discussão e é socorrido para hospital
REGIÃO
Homem é esfaqueado durante discussão e é socorrido para hospital
Última vítima de naufrágio no Pantanal é encontrada por bombeiros
TRAGÉDIA
Última vítima de naufrágio no Pantanal é encontrada por bombeiros
REGIÃO
Filhotes de beija-flor são resgatados de ninho após ventania
POLÍTICA
Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI
REGIÃO
Polícia resgata filhotes de pica-pau e periquitos que caíram de ninho em tempestade
ECONOMIA
B3 oferece cursos para quem quer aprender a operar no mercado de ações
REGIÃO
Sandero com mais de 220 quilos de drogas é apreendido na MS-162
ESPORTE
Mundial de Ginástica Artística começa nesta segunda-feira

Mais Lidas

CLIMA
ASSUSTADOR: Vídeo mostra chegada da tempestade de poeira em Dourados
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido
CLIMA
Alan decreta situação de emergência após temporal que deixou rastro de destruição em Dourados
CLIMA
Ventos de 40 km/h causam estragos em Dourados