Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Caminhão é apreendido com uma tonelada de agrotóxicos ilegal

23 novembro 2017 - 09h23Por Da Redação

Durante fiscalização na rodovia MS-276, no município de Batayporã, Policiais Militares Ambientais apreenderam nesta quarta-feira, dia 22 de novembro, um caminhão baú, Mercedes Benz, com carga de agrotóxico ilegal.

O veículo seguia de Dourados para a cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, e transportava 1.180 quilos de agrotóxicos sem a licença ambiental.

Também não havia no veículo as identificações com relação a todos os símbolos para transporte de produtos perigosos e sinalizações, conforme as normas técnicas e a legislação ambiental.

O produto perigoso e o veículo foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Batayporã. Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de um a quatro anos meses de reclusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Ambiental fecha suinocultura em área protegida e autua gerente
VIREI BOIOLA
Bolsonaro faz piada homofóbica com guaraná no Maranhão; políticos reagem
AMAMBAI
Homem é preso em flagrante arrastando cadela pelas ruas
SISTEMA DE PAGAMENTO
Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados
MEIO AMBIENTE
PMA Captura jiboia de quase três metros e arara ferida em residências
BRASIL
Justiça manda Saúde dizer se feijão do Pastor Valdemiro cura Covid-19
MS
Operação “Divisas Integradas III” apreende mais de 7 toneladas de drogas
MORTA A FACADAS
Brasileira é uma das três vítimas do atentado em Nice, na França
CAPITAL
Polícia demora 8 horas para prender, mas ladrão é solto em 3 minutos
DENTISTA
Cassems ressalta a importância da saúde bucal desde a primeira infância

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS