Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
CAMPO GRANDE

Cabeleireiro encontrado em córrego sofria de depressão e deixa filha de 12 anos

22 setembro 2020 - 20h35Por Da Redação

O cabeleireiro Jorge Alexandre Hattene, 33 anos, encontrado morto na tarde desta terça-feira, dia 22 de setembro, no córrego da avenida Ernesto Geisel, há 8 anos fazia tratamento por conta da depressão. Ele fazia uso de medicamentos e na noite de segunda-feira (21), antes de sumir disse ao pai que queria tirar a própria vida.

O pai do cabeleireiro, Sebastião Hattene, de 55 anos, disse ao site Midiamax que recebeu a ligação do filho por volta das 18h30. Assim, Jorge chorava e dizia que queria tirar a própria vida, mas o pai tentava conter. Então, após ele desligar, a família foi até o shopping Norte Sul, onde sabiam que ele estava e começaram a procurar.

Já no shopping, o pai chegou a ver vídeos das câmeras de segurança e viu Jorge tomando um chopp. Então, os familiares procuraram por Jorge nas proximidades do córrego, porém não o encontraram. Só na tarde desta terça-feira, trabalhadores que atuam nas obras nas margens do córrego encontraram o corpo.

Ainda segundo Sebastião, Jorge deixa uma filha de 12 anos. “Para ele, qualquer coisa era muito mais intenso. Um probleminha para ele virava um problema ainda maior”, lembrou o pai ao contar também que recentemente Jorge terminou um relacionamento.

Amigas e clientes nas buscas

Duas colegas de trabalho de Jorge, Mariana Trindade, de 50 anos, e Ana Célia, de 45 anos, contaram que também estiveram nas buscas pelo cabeleireiro. Assim, desde a noite de segunda-feira foram até a região da Avenida Ernesto Geisel, perto do shopping, onde procuravam pelo amigo.

Ainda segundo as colegas, até mesmo clientes de Jorge, que trabalhava há quase 10 anos no mesmo salão, também estiveram nas buscas. Também segundo elas, todos que conheciam o cabeleireiro sabiam que ele lidava com a depressão. Assim, nas últimas semanas ele se mostrava bastante feliz, o que para as amigas era um sinal de que as coisas não estavam muito bem.

Já nesta terça-feira, as colegas chegaram a passar pelo local onde o corpo de Jorge foi encontrado, mas não se atentaram. Só quando estavam já um pouco distantes, ainda nas buscas por ele, receberam a ligação avisando que o corpo havia sido encontrado.

A princípio, equipe da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol acompanha a ocorrência, atendida também pelo Corpo de Bombeiros. Perícia também foi acionada ao local e deve identificar a causa da morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ÁGUA CLARA
Dois são presos com mais de 1,7t de maconha em caminhonete
MARACAJU
Jovem fala para casal discutir em outro lugar e é esfaqueado duas vezes
FINADOS
SES divulga recomendações de prevenção à Covid-19 durante feriado
PROCESSO SELETIVO
MPT/MS encerra seleção a estagiários em Administração, Direito, Jornalismo e TI
TV DOURADOS NEWS
Sem licitação, Semsur realiza trabalho de limpeza com mão de obra própria
CAPITAL
Ladrões furtam pistola e fuzil que procurador esqueceu dentro de carro
PGE
Acordos diretos em precatórios resultam em 28% de economia para MS
IMUNIZAÇÂO
Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio
ANEMIA
Doença falciforme é tema de evento online desta terça-feira
CAMPO GRANDE
Polícia prende 3º envolvido em execução de jovem no tribunal do crime

Mais Lidas

GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
TEMPESTADE
Chuva e ventos de 46km/h derrubam árvores e levam sujeira às ruas de Dourados