Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
PONTA PORÃ

Briga por causa de cachorro termina em morte a tiros na fronteira

24 novembro 2020 - 20h05Por Da Redação

Na manhã desta terça-feira, dia 24 de novembro, foi registrado boletim de ocorrência pela morte de Asuncion Torres Montiel, de 28 anos, em Ponta Porã, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai. O homem foi assassinado a tiros após briga por causa de um cachorro.

Conforme o registro, Asuncion estava na frente da casa do irmão, que vendia espetinhos, acompanhado também de amigos. Segundo o site Midiamax, em determinado momento dois homens chegaram em um carro vermelho e questionaram a vítima sobre um cachorro, que teria avançado no filho de um deles.

Em seguida, o pai da criança que teria sido atacada pelo animal sacou o revólver calibre 32 e atirou três vezes, atingindo Asuncion na barriga. Ele ainda foi socorrido por vizinhos e levado a um  hospital, no Paraguai, onde acabou morrendo.

O caso é tratado como morte a esclarecer e os autores devem ser identificados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é flagrado com pasta a base de cocaína e porções de maconha
FRONTEIRA
Homem é flagrado com pasta a base de cocaína e porções de maconha
ALERTA
Desvio de vacinas contra covid-19 é crime: saiba como denunciar ao Ministério Público
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto prevê fundo garantidor em favor de fiador de imóvel
ESTADO
Vestibular UEMS 2021 segue com inscrições abertas até 24 de janeiro
Vale Universidade: Termos de compromisso devem ser entregues até o dia 28
PRAZO
Vale Universidade: Termos de compromisso devem ser entregues até o dia 28
CRIME AMBIENTAL
Infrator terá que pagar R$ 94 mil por desmatamentos ilegais
PMA
Homem corta cachorro com facão e acaba autuado por maus tratos
DOURADOS 
Homem furta o celular da própria mãe para trocar por drogas
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta
JUSTIÇA
Lewandowski nega decisão liminar para afastar Pazuello da Saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
VILA ÍNDIO
Enfermeiro de 50 anos é primeiro vacinado contra Covid-19 em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa após assaltar entregador em frente conveniência no Jardim Flórida