Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
CAÇADA

Brasileira de 35 anos é morta por engano pela polícia em Lisboa

16 novembro 2017 - 11h02Por G 1

Uma brasileira de 35 anos foi morta pela polícia em Lisboa, em Portugal, após o carro em que estava ser confundido com o de assaltantes, segundo informou nesta quinta-feira, dia 16 de novembro, o jornal português “Diário de Notícias”.

Os policiais da cidade estavam em busca de um veículo Seat Leon preto usado por ladrões que atacaram um caixa eletrônico, no Pragal. Na fuga, os assaltantes chegaram a despejar o pó de extintores de incêndio em uma rua para despistar os policiais.

As buscas mobilizaram, então, várias equipes. Barreiras foram colocadas em alguns pontos da cidade em uma tentativa de reduzir as possíveis rotas de fuga dos suspeitos.

Por volta das 3h30, a polícia deu ordem de parada para o motorista de um Renault Megane preto em que estava Ivanice Carvalho da Costa, que saia para trabalhar. O motorista, que também é brasileiro, estava sem a habilitação e sem seguro do carro se assusta ao ver o aparato policial e tenta recuar. O carro furou uma barreira policial e foi atingido por cerca de 20 disparos, ainda de acordo com o jornal.

Em um comunicado, a polícia afirmou que o carro “aparentava corresponder às características do veículo suspeito”, desrespeitou uma ordem de parada e tentou atropelar policiais, o que obrigou os agentes a responderem com os disparos.

A polícia afirmou ainda que o veículo voltou a ser interceptado na Avenida Cidade do Porto, no bairro dos Olivais. A mulher, trabalhava em um restaurante, morreu no local.

O motorista, que era companheiro da vítima, foi detido por condução sem habilitação, desobediência ao sinal de parada e por condução perigosa. Os assaltantes não foram detidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RESGATE
Fuga de brasileira na fronteira teve ajuda da polícia paraguaia
PREVIDÊNCIA
Antecipação do BPC e do auxílio-doença é prorrogada até 30 de novembro
COXIM
“Ele atirou para se defender”, diz defesa de tatuador que matou colega
REGIÃO
UEMS Dourados abre inscrições a Mestrado em Recursos Naturais
POLÍCIA
Pedestre que morreu atropelado por caminhão na BR-262 tinha 39 anos
RACHADINHAS
MP pede que TCU apure se Bolsonaro usou órgãos oficiais em favor do filho
CAPITAL
Advogado preso por morte de PM em acidente consegue liberdade
PARCERIA COM A CHINA
Anvisa libera importação de matéria-prima para vacina do Butantan
MIRANDA
Mulher de 36 anos é multada por atropelado gato intencionalmente
EDUCAÇÃO
UEMS realiza pela 1ª vez Encontro de Iniciação Científica on-line

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS