Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CORUMBÁ

Bombeiro é chamado de 'negro' e acusado acaba preso por injúria

30 dezembro 2019 - 13h30Por G 1

Era para ser mais um atendimento comum a acidente de trânsito para o sargento do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, Clodoaldo Gomes da Silva. No entanto, o homem que o militar tentava preservar a vida, o chamou de 'seu negro, seu negrinho', ameaçou agredi-lo e a ocorrência terminou na delegacia de Polícia Civil, com prisão.

O acidente aconteceu por volta das 15 horas, deste domingo, dia 29 de dezembro, na avenida Rio Branco, uma das mais movimentadas de Corumbá, cidade localizada na região de fronteira com a Bolívia. O homem de 45 anos bateu o carro que dirigia em uma árvore, estava sozinho no veículo e recusou ser levado para atendimento médico.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros estiveram no local como procedimento padrão e enquanto aguardavam a chegada da Polícia Militar, o condutor tentou fugir, ofendeu o sargento e já na delegacia, fez ameaça de morte a um policial.

"Ele queria atravessar a rua, uma via super rápida, a pé, cambaleando. Depois, queria sair com o carro, que estava com a frente destruída e inclinado a 30°. Se ele entrasse no carro, iria cair", conta Clodoaldo, de 44 anos, sendo metade deles como bombeiro.

Ao impedir que o condutor saísse, o sargento foi vítima da injúria racial. "Ele veio pra cima de mim e falou: seu negro, seu negrinho, se não deixar eu sair eu vou bater em você", lembra o bombeiro, que deu voz de prisão ao homem.

A PM chegou em seguida, o condutor não aceitou fazer o teste do bafômetro e saiu algemado do local. "Ele tem quase 2 metros de altura".

De acordo com informações do boletim de ocorrência, no batalhão de polícia, o condutor ainda ameaçou matar um cabo da PM. "Sua esposa vai ficar viúva. Se cuida que vou te encontrar na rua".

O homem afirmou aos policiais que estava ingerindo bebida alcoólica desde às 11 horas e foi verificado que ele não tem habilitação para dirigir.

Diante de toda a situação, o homem foi preso em flagrante por quatro crimes: Injúria racial, dirigir embriagado, resistência e ameaça. Ele foi ainda multado por dirigir sem habilitação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar fecha em queda com exterior e dados de varejo
DESMATAMENTO
Gaúcho leva multa de R$ 33 mil por crime ambiental praticado em MS
EDITAL CORONAVIDAS
Extrato - Edital 001/2020 – Chamada Pública
POLÍTICA
TJMS libera Dagoberto Nogueira de pagar mais de R$ 500 mil por propaganda irregular
PERSEGUIÇÃO
Homem morre após capotar carro com 1,7 mil pacotes de cigarros durante fuga
EDUCAÇÃO
MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021
EM CORUMBÁ
Homem assassinado a tiros durante a madrugada tem 30 anos
TRÊS LAGOAS
Mantida condenação de mãe e filho que mentiram em testemunho durante audiência
LEVANTAMENTO
MS registra média de 100 novos casos de dengue por dia
BRASIL
Promotor diz que Ricardo Eletro usa sonegação como política de negócio

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar secretário pode ter tido surto de esquizofrenia
BR-163
Casal que morreu ao bater em carreta morava em Campo Grande
PANDEMIA
Dourados confirma mais três óbitos por coronavírus e ultrapassa 3 mil casos
PANDEMIA
Comerciante de 45 anos é a 37ª vítima do coronavírus em Dourados