Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
CORUMBÁ

Bebê morre e corpo é encontrado enrolado em lençóis sujos e com formigas

07 março 2020 - 20h00Por Da Redação

A Polícia Civil de Corumbá, cidade localizada na região de fronteira com a Bolívia, investiga a morte de um bebê de apenas três dias de vida, que estava internado na maternidade do município desde o dia 4 de março. O óbito foi constatado na madrugada deste sábado (7) e o corpo do recém-nascido encontrado pela tia enrolado em lençóis sujos e cheio de formiga.

Conforme boletim de ocorrência, equipe médica responsável pelo parto afirmou que a criança nasceu com uma doença chamada icterícia, responsável por deixar o corpo amarelado e, em casos de complicações, podendo provocar a morte.

Ainda segundo o boletim, os pais da criança afirmaram que a tia do bebê foi quem recebeu ligação no fim da madrugada, por volta das 5h50, solicitando a presença dos responsáveis pela menina no hospital. O pai, identificado como sendo Walson Diogo Lima, não soube informar quem seria o médico que diagnosticou a doença da filho.

Após o nascimento, o bebê batizado como Killian Lima de Carvalho foi levado para um dos quartos da maternidade, quando os pais observaram que ele apresentava tom amarelado. Amostras de sangue foram coletadas para análise, porém, conforme a mãe, Stefani Valmaceda, o resultado do exame não foi informado.

Killian chegou a ser encaminhado a pediatria, onde permaneceu tomando banho de luz e remédio. De acordo com a enfermeira, o óbito teria sido registrado às 2 horas desta madrugada.

Conforme o site Diário Corumbaense, a tia foi quem, em companhia de uma enfermeira, foi até o necrotério. Ao chegarem, se depararam com a sala fechada. Por uma outra porta elas tiveram acesso ao local, momento em que a familiar da criança encontrou o corpo do bebê envolto em lençóis sujos e cheio de formigas.

Os familiares foram informados de que Killian teria sofrido uma parada cardiorrespiratória e não resistido. Todos os procedimentos para reanimação do bebê foram realizados, conforme o hospital, mas sem êxito.

Ainda conforme o site, a direção da unidade de saúde não se pronunciou, até o momento. Já a Secretaria Municipal de Saúde divulgou nota informando ter tomado conhecimento do ocorrido e que está acompanhando o caso junto a administração do Hospital.

“Ressaltamos que a administração municipal não é conivente com este tipo de atitude, e tem trabalhado constantemente pela humanização e pelo bom atendimento prestado ao munícipe”, cita a secretaria.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
Leis estaduais sobre taxa de religação de energia elétrica são inconstitucionais
PANTANAL
Força-tarefa combate incêndio na RPPN Eliezer Batista, um dos maiores na Serra do Amolar
PANDEMIA
Hospital de Campanha do Ibirapuera dá alta ao último paciente
ABAV COLLAB
Turismo sul-mato-grossense realiza promoção dos destinos, capacitações e tutorial de gastronomia
FUTEBOL
Série B: Figueirense e Guarani empatam em 2 a 2, em Florianópolis
STJ
Em promissória com duas datas de vencimento, prevalece a que melhor reflete a vontade do emitente
FUTEBOL
Time principal do Fluminense tem cinco jogadores com covid-19
STF
2ª Turma autoriza extradição de proprietário da Telexfree
ESTADO
Justiça do Trabalho pede prioridade a ações que envolvam profissionais da saúde que atuam na pandemia
BRASIL
Profissionais podem se increver até 6 de outubro no CNJ Inova

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete