Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
PONTA PORÃ

Avó simula sequestro de neto para tentar extorquir o próprio filho

24 setembro 2020 - 16h54Por Da redação

Uma mulher de 44 anos simulou o sequestro do neto, um bebê de cinco meses, na cidade de Ponta Porã nesta quarta-feira (23).  Policiais Civis do Mato Grosso do Sul, por meio da Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro) conseguiram resgatar a criança nesta quarta-feira (23).

Conforme registro na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã, o pai da criança teria recebido uma mensagem a partir de um número de telefone do Paraguai, com uma foto de seu filho e a  frase: “opa vamos negociar, eu tenho o que você precisa e você tem o que eu preciso”. 

Em seguida, o pai teria feito uma ligação para este número onde sua mãe, que também teria sido sequestrada, foi colocada para falar e provar a autenticidade do sequestro, já que ela estava cuidando do bebê.

De imediato, o pai da criança foi até a residência da mãe para averiguar o que estava acontecendo e não encontrou ninguém.

No mesmo momento ele recebeu uma mensagem que pedia a quantia de R$ 59 mil e que não era para envolver a polícia.
Policiais da Garras foram acionados no início da noite (23), pela Delegacia de Ponta Porã e com base nas informações colhidas conseguiram identificar a autora e montaram uma vigilância para o pagamento.

No momento e local marcado para o pagamento do resgate, os policiais civis abordaram o táxi onde a avó da criança estava e foram comunicados pelo taxista que uma criança havia sido deixada em uma loja no centro da cidade.

No local, os policiais localizaram a criança com a nora da suspeita, que relatou não saber do sequestro e que sua sogra tinha pedido que cuidasse da criança enquanto ia realizar um pagamento.

Dois celulares da autora, inclusive o que foi comprado para simular o sequestro, foram localizados dentro do veículo e apreendidos.

Os policiais seguem em diligências visando identificar outros integrantes da quadrilha. A avó da criança será indiciada pelo crime de extorsão mediante sequestro, cuja pena é de 8 a 15 anos de prisão.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Mulheres são condenadas a 20 anos por execução em "tribunal do crime"
POLÍTICA
Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel
CAPITAL
Foragido da Justiça por homicídio é preso com pistola semi-automática
SELEÇÃO
UEMS e IMASUL publicam Edital para processo seletivo de bolsistas
TRÁFICO
Boliviana presa em MS despachando cocaína é expulsa do Brasil
GERAL
Fazenda informa instabilidade no pagamento do IPVA em outubro
Família Mazzaropi vendeu há 86 dias, helicóptero que caiu na fronteira
BLOGUEIRO
Moraes ordena prisão e extradição de Allan dos Santos, que está nos EUA
CAPITAL
Guarda prende "Homem-Aranha" por furto de fios em frente a shopping
DEBANDADA
Secretários de Guedes pedem demissão após tentativa de driblar teto

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
JARDIM MÁRCIA
Bêbado colide carro contra muro e acidente deixa três feridos em Dourados