Menu
Busca segunda, 06 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Autorizado concurso para papiloscopista da Polícia Federal

08 janeiro 2004 - 14h32

Foi publicada no Diário Oficial da União no início da semana uma portaria autorizando o concurso para 337 vagas de papiloscopista da Polícia Federal. De acordo com a portaria, o prazo para a publicação do edital de abertura é de seis meses e as nomeações dos aprovados estão previstas para dezembro de 2004. As vagas serão distribuídas por todo o país e os aprovados poderão optar pelo local de trabalho de acordo com a classificação. O próximo passo será a escolha da organizadora do concurso, o que será feito através de licitação. Para participar da seleção é preciso possuir nível superior em qualquer área. Os vencimentos do cargo são de R$3.960 e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Entre as atividades exercidas pelos papiloscopistas está a execução, orientação, supervisão e fiscalização dos trabalhos papiloscópicos de coleta, análise, classificação, subclassificação, pesquisa, arquivamento e perícias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Acidente entre moto e carro deixa homem com suspeita de fratura em uma das pernas
HOSPITAL DA VIDA
Condutor de veículo que atingiu ciclista presta depoimento no hospital
DOURADOS
Semana começa com previsão de sobe e desce de temperatura, entre 8ºC e 34ºC
IZIDRO PEDROSO
Acusado de matar secretário de Agricultura será ouvido nesta manhã
BR-163
Acidente envolvendo carro e carreta deixa duas pessoas mortas
TV DOURADOS NEWS
Como ficam as novas regras para as eleições 2020? Quem explica é o advogado Noemir Felipetto
OPORTUNIDADE
MS tem 700 vagas de trabalho; 99 delas em Dourados
IGUATEMI
Homem morre e médico desconfia de envenenamento
TRÊS LAGOAS
Menina de três anos morre em hospital após cair na piscina e se afogar
BRASIL
Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
“Um amigo, um conselheiro”, diz Délia após assassinato de secretário