Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
JULHO DESTE ANO

Atentado que matou criança seria vingança a massacre em boate

28 outubro 2017 - 11h00Por Da Redação, com ABC Color

O atentado que matou menino de cinco anos em Assunção, na quarta-feira (25) teria sido causado por vingança ao massacre na boate After Office, em Pedro Juan Caballero, fronteira com o Brasil através de Ponta Porã no dia 24 de julho.

Após a morte da criança, o pai dela, William Gímenez Bernal, que seria funcionário do narcotraficante Jarvis Pavão, acabou se matando. Conforme o periódico, ele teria ordenado o ataque à casa noturna. As informações são do jornal paraguaio ABC Color.

Atentado em boate

O crime violento registrado em Pedro Juan ocorreu na madrugada do dia 24 de julho, uma segunda-feira e além dos quatro mortos, outras 11 pessoas acabaram feridas no ataque, relembre aqui.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Jovens reagem a assalto e PM de folga prende ladrão armado
CONVERSA COM BIAL
Ex-porta-voz de Bolsonaro diz que 'cercadinho' dificultava trabalho
POLÍCIA
Motorista de aplicativo desaparece e carro está com rastreador desativado
BRASIL
Senador Chico Rodrigues pede afastamento do Conselho de Ética
TRÊS LAGOAS
Homem de 67 anos morre após queimar a perna durante incêndio em matagal
JUSTIÇA
Concessionária não é obrigada a devolver valor pago por veículo consertado
MEIO AMBIENTE
Dupla é presa e multada em R$ 4,5 mil por pesca predatória, um foge
SAÚDE
UEMS disponibiliza aulas de atividades físicas em vídeos no Youtube
CAMPO GRANDE
Jovem pega moto da tia para roubar loja de pneus e acaba preso
TECNOLOGIA
Aplicativo MS Digital agora dá acesso a versão online do cartão SUS

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
ACIDENTE
Identificadas vítimas de capotamento na BR-267