Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
MS

Após vazamento de amônia em frigorífico, 13 funcionários vão parar no hospital

23 novembro 2020 - 13h54Por Gizele Almeida

Um vazamento de amônia causou intoxicação em 13 funcionários, em um frigorífico de Cassilândia. Conforme a PMA (Polícia Militar Ambiental), o caso aconteceu nesta sexta-feira (20) e a empresa tomou as providências cabíveis. 

Após denúncia sobre o vazamento de amônia no local, a PMA apurou com o responsável pela empresa e testemunhas, que o caso ocorreu acidentalmente durante a manutenção de equipamentos. 

Conforme o órgão, de imediato, os responsáveis teriam adotado as medidas de contenção do vazamento e dispensado aproximadamente 300 funcionários de uma ala de serviço do frigorífico, os quais tinham sido expostos ao gás, no entanto, sem grandes riscos à saúde.

A PMA informou que 13 funcionários apresentaram sintomas de intoxicação e foram encaminhados para a Santa Casa.

A empresa sanou o vazamento da amônia e adotou as medidas adequadas no controle relativo aos funcionários expostos, porém, depois de todas as avaliações, a PMA lavrou um atuo de infração administrativo e aplicou multa de R$ 10mil.

O órgão explica que a medida cabe no caso, pois mesmo tendo sido tomadas as medidas corretivas ao ambiente no local houve danos à saúde humana.

Com base na Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/12/2/1998), os responsáveis também poderão responder por crime culposo de poluição, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

O auto de infração administrativo (multa inicial) lavrado constitui-se na primeira peça do processo administrativo, que será julgado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). Depois da ampla defesa da empresa autuada, o órgão julgador pode acatar, majorar, ou minorar o valor da multa aplicada, dentro do valor mínimo ao máximo previsto no Decreto Federal nº 6.514/22/7/2008, que é de R$ 5mil a R$ 50 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
FRONTEIRA
Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
'LOREM IPSUM'
Governo Bolsonaro faz post sem conteúdo sobre mil dias de gestão
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
MEIO AMBIENTE
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
CORTE DE VERBA
Bolsonaro sanciona lei que retira mais de R$ 600 milhões da ciência
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
REGIÃO
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
CULTURA
Festival de dança valoriza a melhor idade e promove a confraternização
VIOLÊNCIA
Diretor-adjunto é condenado por estuprar criança de 10 anos em escola
DOURADOS
Incubadoras da UFGD selecionam propostas de novos empreendimentos
CAPITAL
Ao se negar entregar celular a ladrão, menina de 12 anos é esganada
VACINA
Saúde reduz intervalo da AstraZeneca de 12 para 8 semanas

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
FRONTEIRA
"Olheiro" de vítimas da chacina em Pedro Juan é preso
VIOLÊNCIA
Ataque na fronteira deixa um morto e dois feridos, entre eles vereador
CLIMA
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados e causam estragos em posto da PRF