Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Agentes tentam apartar briga e são agredidos por preso na PED

06 dezembro 2019 - 08h14Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Dois agentes penitenciários, de 41 e 42 anos, acabaram agredidos na tarde de quinta-feira (5/12) depois de apartarem a briga de internos da PED (Penitenciária Estadual de Dourados). 

Conforme a ocorrência, Joel dos Santos Babosa, 33, se envolveu em confusão e começou a ser espancado por grupo. 

Observando a situação, os servidores interviram, porém, Joel bastante alterado com a situação, partiu para as vias de fato contra os agentes. Ao fim, as vítimas apresentaram várias lesões e um deles terminou com luxação em uma das mãos. 

O caso foi denunciado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) contra o interno por lesão corporal, resistência, desobediência e vias de fato. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Dupla em motocicleta executa morador a tiros em bairro da Capital
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CAMPO GRANDE
Trabalhador morre após ser atropelado por máquina agrícola em fazenda
IMBRÓGLIO DIPLOMÁTICO
Eduardo Bolsonaro ataca a China em post; embaixada repudia
POLÍCIA
Defesa de assassino alega legítima defesa, família de vítima contesta
PORTO ALEGRE
Funcionária do Carrefour que filmou assassinato de João Alberto é presa
Estuprada pelo cunhado, adolescente será ouvida em depoimento especial
JUSTIÇA
Mãe e filho são proibidos de publicar ofensas em rede social
PEDRO JUAN
Ex-prefeito de cidade paulista condenado por estupro é preso na fronteira
EDUCAÇÃO
Cerimônia de premiação do Inova-UEMS será no dia 02 de dezembro

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia