Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ATENTADO

Adolescente de 17 anos é baleado com dois tiros nas costas

05 março 2020 - 06h59Por G 1

Um adolescente de 17 anos foi baleado com dois tiros nas costas no início da madrugada desta quinta-feira, dia 05 de março, na vila Popular, região oeste de Campo Grande. Conforme a polícia, o rapaz foi levado de carro por parentes para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do jardim Santa Mônica.

De acordo com a ocorrência, o crime aconteceu na rua Cesar Augusto Teles. Um dos tiros acertou próximo a coluna do adolescente. Ele foi transferido para a Santa Casa de Campo Grande em uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Policiais civis e militares fazem rondas na região em busca do suspeito. O caso foi registrado como tentativa de homicídio na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do centro da Capital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARACAJU
Menina procura a avó e diz que foi obrigada a ver filmes pornográficos
CRISE AMBIENTAL
Papa cita na ONU 'perigosa situação da Amazônia e dos indígenas'
TAQUARUSSU
Ambiental autua quatro em R$ 8,4 mil e apreende 139 quilos de pescado
UEMS
Abertas inscrições para seleção de docentes temporários na área de Letras
TRÁFICO
Casal morador em Ponta Porã é preso com maconha em Minas Gerais
SAÚDE
Setembro Verde: Central de Transplantes realiza live no próximo domingo
POLÍCIA
“Ordem do presídio”, diz ladrão de 17 anos que atirou em caminhoneiro
FUTEBOL
STJD indefere pedido e confirma Palmeiras e Flamengo para domingo
MEIO AMBIENTE
Polícia desmonta acampamento, apreende arma e munição e evita caça ilegal
RIO DE JANEIRO
Lava Jato denuncia Wassef e mais 4 por peculato e lavagem de dinheiro

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão