Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Acusada de assassinar pedreiro se entrega a polícia

24 maio 2006 - 16h05

Está se apresentando neste momento ao delegado Edmilson José Holler na delegacia do 2º Distrito Policial de Dourados, acompanhada do advogado Edson Roberto a jovem Eneida Vicente de 24 anos, moradora na quadra I, lote 13 do bairro Estrela Verá em Dourados.
Eneida entregou na ocasião a arma utilizada para cometer o crime, um revólver Taurus niquelado de calibre 38. Ela confessou ter assassinado na tarde da última segunda-feira na vila Mariana, seu companheiro, o pedreiro Julio dos Santos de 24 anos conhecido por "Mandioca".
Segundo informações da acusada, eles estariam discutindo constantemente sendo que a última delas aconteceu na tarde do assassinato.Eneida disse em depoimento que matou o namorado após saer agredida com um tapa no rosto.Ouvida em declarações Eneida responderá o crime em liberdade. (Lílian Rech / Osvaldo Duarte)

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Corinthians decide encerrar vínculo de zagueiro após ofensa racial
FUTEBOL
Atlético-GO tira invencibilidade do Fluminense no Brasileiro
FUTEBOL
Empate mantém São Paulo e Cuiabá sem vencer no Campeonato Brasileiro
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
DOURADOS
Prefeitura retoma pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
BRASIL
Comissão discute fechamento de agências do Banco do Brasil no RN
FUTEBOL
Bragantino vence Palmeiras e assume ponta do Brasileiro
POLÍTICA
Senado aprova suspensão de despejo de imóveis alugados
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 40% da população adulta foi imunizada com a primeira dose
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Votação de projeto sobre terras indígenas pela CCJ divide opiniões no Plenário

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide