Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Ação da Polícia Federal pode deixar PMDB mais longe do governo

03 dezembro 2004 - 17h52

A "Operação Sentinela" da Polícia Federal, que prendeu 10 pessoas ontem em Brasília e lançou suspeitas sobre a empresa Confederal, de propriedade do ministro das Comunicações, Eunício Oliveira (PMDB), pode complicar a articulação do governo Lula para manter o PMDB na base aliada.Juntamente com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o ministro é um dos maiores defensores da manutenção do PMDB na base do governo.A Confederal foi considerada ontem pela PF suspeita por fraudes em licitações do TCU (Tribunal de Contas da União), órgão responsável por fiscalizar o gasto do dinheiro público. Eunício afirmou que, apesar de ser sócio da empresa, está afastado de sua administração e não tem conhecimento de suas ações.Segundo reportagem publicada pela Folha de S.Paulo, Eunício teria reclamado diretamente com o ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça), a quem a PF está subordinada, por um suposto uso político da organização.O próprio líder do governo na Câmara, deputado professor Luizinho (PT-SP), sinalizou que está preocupado com a repercussão da ação da PF dentro do PMDB. Ele afirmou ontem que a ação foi conduzida politicamente e colocou em risco "as instituições", o "processo republicano" e o "crescimento do país". Meia hora depois, Luizinho discursou na Câmara, recuou e elogiou a PF.A cúpula do PMDB se recusou hoje a comentar a operação. Nenhum dos dirigentes ou líderes do partido quis falar sobre as denúncias feitas contra a empresa de Eunício. Entretanto, parlamentares que não quiseram ter seus nomes revelados avaliaram que a manutenção do apoio do PMDB ao governo Lula já estava em risco antes mesmo da ação da PF.O PMDB realiza no próximo dia 8 uma reunião da Comissão Executiva Nacional, em Brasília. O objetivo do encontro é decidir se a convenção do partido, marcada para o dia 12, será ou não adiada. Esse é o último recurso dos governistas para evitar que a convenção aconteça. A pauta da convenção prevê a escolha do rumo que o partido vai seguir até 2006. O partido está dividido em três grupos: um que defende o rompimento com o governo Lula e a ida para a oposição, outro que quer deixar a base aliada para uma posição mais independente e uma última que quer continuar como está.Caso aprovada a decisão de deixar o governo, os dois ministros do partido, Eunício Oliveira (Comunicações) e Amir Lando (Previdência), deverão entregar seus cargos. O PMDB ocupa ainda vários cargos de segundo e terceiro escalões no governo Lula.Além da reunião da Executiva, os governistas preparam para a próxima semana a entrega de um documento assinado pelas bancadas na Câmara e no Senado, defendendo a permanência do partido na base. No Senado, 20 dos 22 peemedebistas com assento na Casa assinaram o documento. Na Câmara, de acordo com assessores do partido, 49 deputados endossaram o pedido de adiamento da convenção. Outra possibilidade que está sendo cogitada para adiar a convenção é o ingresso de um recurso na Justiça, assinado pela maioria dos integrantes da Executiva. O PMDB só vai discutir o recurso judicial após quarta-feira, caso ele ainda seja necessário.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperatura começa a cair com possibilidade de geada na semana
DOURADOS
Temperatura começa a cair com possibilidade de geada na semana
Câmeras de segurança registram momento em que assaltante furta moto em Dourados
POLÍCIA
Câmeras de segurança registram momento em que assaltante furta moto em Dourados
Promoção para Spa dos Pés toda quarta-feira na Clínica Essence Care
BELEZA E ESTÉTICA
Promoção para Spa dos Pés toda quarta-feira na Clínica Essence Care
Pais vão poder optar por aulas presenciais ou manutenção de ensino remoto na Reme
DOURADOS
Pais vão poder optar por aulas presenciais ou manutenção de ensino remoto na Reme
EDITAL
Edital de recebimento de renovação
SAÚDE & BEM-ESTAR
Falando de Transtorno de Aprendizagem o TDA/H
EDUCAÇÃO
Agro: a área que não parou na pandemia tem mercado promissor; Conheça mais com o Claretiano
CAPITAL
Mulher morre em hospital 14 dias depois de sofrer acidente de carro
REGIÃO
Carga de cocaína apreendida na MS-134 é avaliada em mais de R$ 25 milhões
INFORME PUBLICITÁRIO
Na Semana Blackout da Sofá inbox tem sofá por apenas R$ 999,90; Confira!

Mais Lidas

DOURADOS
Revoltados por morte de adolescente, populares atacam casa de acusado
POLÍCIA
Adolescente de 13 anos morre após ser atropelado no Estela Porã; motorista fugiu
DOURADOS
Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
ESTRELA PORÃ
Homem que atropelou e matou adolescente de 13 anos é preso em Dourados