Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Zilda Arns aprova trabalho da Funasa com crianças indígenas

17 junho 2005 - 07h45

Após visitar as aldeias Jaguapiru e Bororó, em Dourados, no Mato Grosso do Sul, a coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, reuniu-se com a equipe técnica da Coordenação Regional da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para conhecer o trabalho que 22 equipes de saúde e dez nutricionistas realizam nas aldeias de 26 municípios do estado.Zilda Arns, que é médica e coordenadora da Comissão Inter-setorial de Saúde Indígena do Conselho de Saúde, da qual a Funasa faz parte, aproveitou a conversa com agentes de saúde, médicos, enfermeiros, dentistas e nutricionistas que atuam nas aldeias para valorizar os resultados alcançados."Eu fiquei muito feliz quando uma índia, durante a visita à aldeia, disse que estava contente com o trabalho que a equipe da Funasa realiza", afirmou Zilda Arns. A médica enfatizou a importância de se pesar as crianças, freqüentemente, bem como ensinar as mães a preparar o soro caseiro, que evita a desidratação. "A diarréia é responsável por 20% das mortes de crianças", disse.A médica ressaltou a importância da união de esforços entre a equipe da Funasa e a Pastoral da Criança para atender a comunidade: "Eu creio que o ideal é trabalhar com as famílias, porque as crianças não precisam só de alimento, mas de carinho". Segundo o coordenador regional da Funasa, Lenildo Dias Moraes, a instituição estará sempre de portas abertas para as iniciativas da Pastoral da Criança. "Nós temos muito a aprender com o trabalho da médica Zilda Arns", disse.Nas aldeias do estado, a pastoral trabalha em parceria com a Funasa, por meio da distribuição de multimistura às famílias com registros de desnutrição ou risco nutricional. O produto é um complemento alimentar, composto de farinha de cereais, farelo de trigo e de arroz, pó de folhas verdes-escuras, talos de hortaliças sementes e casca de ovo. Com todos esses compostos, a multimistura é enriquecida com vitamina A, ferro e cálcio. O produto pode ser adicionado aos alimentos e tem como objetivo aumentar a resistência a infecções, prevenir e curar a anemia nutricional, além de ajudar no combate a diarréias e doenças respiratórias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Ataques a tiros em dois estados deixam 6 mortos nos EUA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
Adolescentes estouram janela de alojamento e fogem de Unei
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
MPE-MS alerta gestores sobre prática de novo golpe no WhatsApp
REGIÃO
Após comprometimento de 98% do pulmão, prefeito se recupera da Covid-19
POLÍCIA
Após desentendimento, menina de 10 anos sai de casa e fica sete horas desaparecida
POLÍCIA
Homem é morto com vários golpes de faca e assassino é preso horas depois
PANDEMIA
Dourados segue com 100% das UTIs Covid ocupadas e com fila de espera por leitos
BRASIL
Inscrições para Programa Qualifica Mais estão reabertas até dia 25

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados