Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Zeca do PT participa da conferência da ONU amanhã em SP

13 junho 2004 - 09h13

O governador Zeca do PT participa amanhã, no Centro de Convenções do Anhembi, em São Paulo, ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da 11ª Conferência da Unctad (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento). Lula fez o convite ao governador, que segunda-feira à tarde se reúne com os presidentes dos países que integram o Mercosul. A Conferência das Nações Unidas, que começa neste domingo e vai até a próxima sexta-feira, reúne chefes de estado e de governo e representantes de mais de 70 países. O aumento da integração entre os países em desenvolvimento será o centro dos debates do encontro.Os países em desenvolvimento vão tentar ressuscitar na reunião da Unctad um acordo firmado em 1989 e que estabelece um modelo de tarifas preferenciais para cerca de 40 membros. O SGPC (Sistema Global de Preferências Comerciais) foi assinado há 15 anos, por cerca de 40 membros do G-77 (grupo de países em desenvolvimento), e amarga poucos avanços por parte dos signatários. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, defende a revitalização do que chama de "um importante mecanismo de integração".Em linhas gerais, o sistema estabelece modelos de tarifas preferenciais para os seus integrantes. Para arregimentar mais adeptos, uma resolução definitiva sobre o modelo negociador deve sair no final do ano, para dar espaço ao ingresso de outros países. Um dos parceiros mais cobiçados é a China, que não é signatária do acordo. O ressurgimento das discussões sobre o sistema de preferências tarifárias entre os países em desenvolvimento tem um forte viés econômico.Dados da Unctad revelam que o volume de comércio entre esses países têm crescido a taxas anuais ao redor de 11%, acima do dobro do volume médio global. Mais: 40% das exportações dos países em desenvolvimento vão para os seus pares. Diante disso, a Unctad projeta que uma redução média de 50% das tarifas dos países que atualmente participam do SGPC poderia gerar um acréscimo de US$ 15,5 bilhões no comércio dos países em desenvolvimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
ESPORTE
Vôlei de praia: Guto e Arthur Mariano vencem etapa do Brasileiro
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
PANDEMIA
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
ESPORTE
Jogo entre Joinville e Marcílio Dias é adiado após surto de Covid-19
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
FISCALIZAÇÃO
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
EUA
Facebook vai pagar US$ 650 milhões para encerrar ação por violar privacidade
REGIÃO
Embriagado, homem é preso após bater em carro estacionado
EDUCAÇÃO
Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira
PANDEMIA
Repórter fotográfico de MS morre vítima do coronavírus
PANDEMIA
Dourados figura com 82% de ocupação dos leitos de UTI/SUS para Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio
DOURADOS 
Mulher é presa após furtar residência no Altos do Indaiá
ITAQUIRAÍ
Acusado de matar homem com tiro na nuca diz que vítima ameaçava ex