quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Zeca do PT discute unificação dos programas sociais

23 setembro 2003 - 11h21

O governador Zeca do PT esteve reunido na tarde de ontem com a secretária de Estado de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, Eloísa Castro Berro, para discutir o andamento dos projetos prioritários da pasta e tratar da unificação dos programas sociais. A secretária disse ao governador que amanhã estará em Brasília (DF) para discutir com representantes do governo federal como será desenvolvido o projeto que prevê a junção de todos os programas de inclusão social, sejam da União, dos estados e dos municípios em uma única iniciativa. Apesar de o projeto ser uma iniciativa do governo federal, foi o governador quem sugeriu ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, a fusão de todos os programas de inclusão social. Também foi a partir de uma conversa sua com Zeca que Lula decidiu adiar o lançamento da unificação dos programas que estava previsto para o dia 19 de setembro, a fim de discutir o assunto com os governadores e prefeitos em uma reunião dia 30 no Palácio do Planalto. Zeca reiterou que a proposta é de que seja criado o Cartão da Cidadania, que substituiria as ações sociais federais como vale-gás e bolsa-escola e as estaduais como os programas Bolsa-Escola e Segurança Alimentar, por um único beneficio no valor de R$ 150.“A família poderia ir até uma das lojas da rede de estabelecimentos conveniados, em sua própria cidade, e comprar ali mesmo alimentos, medicamentos, roupas. Isso movimentaria a economia local”, salientou. Além do governador e da secretária também participaram da reunião a presidente do Conselho de Gestão das Políticas Sociais (Cogeps), Gilda Maria Gomes dos Santos, a subsecretária de Apoio à Integração das Políticas de Prestação de Serviços ao Cidadão, Dorisney Lima, os subsecretários de Articulação da Gestão Governamental, José Carlos Gomes e de Representação de Mato Grosso do Sul no Distrito Federal, Raufi Marques, o diretor-presidente da Fundação de Trabalho, Ananias Costa e o superintendente do Procon, Itamar Chamorro.   

Deixe seu Comentário

Leia Também

Medida provisória cria programa de acesso gratuito à internet para alunos de escola pública
EDUCAÇÃO

Medida provisória cria programa de acesso gratuito à internet para alunos de escola pública

Foragido da justiça é encontrado e preso
NOVA ANDRADINA

Foragido da justiça é encontrado e preso

Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE
ECONOMIA

Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE

Ao buscar filha na casa do ex-marido, jovem é agredida por ele e mais duas mulheres
DOURADOS

Ao buscar filha na casa do ex-marido, jovem é agredida por ele e mais duas mulheres

Comissão de Turismo debate viabilidade do Carnaval em 2022
PANDEMIA

Comissão de Turismo debate viabilidade do Carnaval em 2022

PARAÍSO DAS ÁGUAS

PMA salva jacaré de mais de dois metros preso a anzol em rio

EDUCAÇÃO

IFMS divulga lista de inscritos e convocação para nivelamento em cursos de idiomas

ECONOMIA

Comércio varejista recua 0,1% em outubro, diz IBGE

DOURADOS

Viciado, jovem exige dinheiro e ameaça matar os pais

CLIMA

Feriado de tempo aberto e ensolarado em Dourados

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas