Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Zeca discute termoelétrica de Corumbá amanhã no Rio

22 janeiro 2004 - 10h54

O governador Zeca do PT e o secretário de Coordenação Geral de Governo, Paulo Duarte, se reúnem amanhã pela manhã, no Rio de Janeiro, com o diretor de Gás e Energia da Petrobras, Ildo Sauer, para uma nova rodada de negociações sobre a implantação da termoelétrica de Corumbá que viabilizará os pólos gasquímico e minero-siderúrgico. Durante a reunião o governador deverá ser informado pelo diretor da Petrobras quando a subsidiária boliviana da estatal brasileira começará a comercializar o gás natural a um preço reduzido para a empresa de gás de Mato Grosso do Sul, a MS Gás, de US$ 2,8 para US$ 1,5 o milhão de BTU, o que viabilizará o projeto da termoelétrica de Corumbá, que será construída e operada pela empresa MPX.Segundo revelou Zeca em entrevista coletiva na semana passada, para avaliar a reunião anterior na Petrobras, assim que for autorizada a redução do preço do gás seriam iniciadas as obras de construção de um mini-gasoduto que sairá do gasoduto principal e levará o produto diretamente para a termoelétrica de Corumbá. “Nós já estamos com todo o material para construir esse pequeno gasoduto lá em Corumbá, esperando apenas por esse aval e por uma autorização do meio ambiente para iniciarmos as obras”, disse o governador durante a coletiva na semana passada.Com a garantia do fornecimento de energia elétrica da termoelétrica, outros dois projetos estratégicos do Estado, os pólos gasquímico e minero-siderúrgico deverão ganhar ainda mais rapidez em sua implantação. O pólo gasquímico que deverá ser instalado em parceria com o governo boliviano, permitirá a extração de vários subprodutos do gás natural boliviano, como eteno, matéria prima para o polietileno, material básico da composição do plástico, e o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), mais conhecido como gás de cozinha. Na implantação desse pólo que deverá ser feita em várias etapas ao longo de seis a oito anos e com um investimento previsto de mais de US$ 1,3 bilhão, o grupo estatal espanhol Expansion já sinalizou que estaria disposto a aplicar inicialmente US$ 400 milhões. Já em relação ao pólo minero-siderúrgico duas companhias que já operam na região de Corumbá, a RTZ Mineração e a Vale do Rio Doce, são as mais interessadas na viabilização do projeto, que garantiria inicialmente através de um processo chamado redução, que a tonelada do minero de ferro que atualmente é exportada a US$ 13 a tonelada passasse a ser vendida a pelo menos US$ 130. Depois da reunião na Petrobrás o governador segue para São Paulo onde acompanha as comemorações do aniversário da cidade e se integrará a comitiva presidencial que visitará a Ìndia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem morre em acidente envolvendo moto e caminhão na MS-164
FRONTEIRA
Jovem morre em acidente envolvendo moto e caminhão na MS-164
O QUE DIZ A CIÊNCIA
Veja 10 razões que indicam que o coronavírus é transmissível pelo ar
CAPITAL
Preso sexto envolvido na execução de homem encontrado com tiro na nuca
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
REGIÃO
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
OPERAÇÃO `PROLEPSE
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
DOURADOS
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
ANDERCI
Namorado diz que roubava com professora morta para comprar cocaína
GERAL
Ciclista sul-mato-grossense de 16 anos é contratado por equipe portuguesa
MEIO AMBIENTE
Ambiental recolhe 4 filhotes de coruja de forro de residência em reforma
EDUCAÇÃO
UEMS divulga 3ª convocação para matrículas de 22 a 26 de abril

Mais Lidas

TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados
CLIMA
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
BR-163
Mulher encontrada carbonizada estava desaparecida desde sábado
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa