Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Zeca discute amanhã crise na agropecuária com ministros

09 maio 2006 - 07h08

O governador Zeca do PT leva nesta quarta-feira a Brasília, durante encontro com os ministros Paulo Bernardo (Planejamento, Orçamento e Gestão), Dilma Rousseff (Casa Civil), Guido Mantega (Fazenda) e Roberto Rodrigues (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), reivindicações apresentadas ontem à tarde por representantes do setor agropecuário do Estado para diminuir os impactos da crise no setor. Na reunião foram apresentadas 14 propostas, que entrarão na pauta de discussão de Zeca com os ministros. "Esta não foi uma reunião de negociação. O governo é solidário com os produtores no que diz respeito à busca de soluções para amenizar e superar a crise no setor agropecuário. O governador Zeca irá a Brasília nesta quarta discutir soluções para este problema. Porém, o governo irá usar de todos os instrumentos legais para garantir o funcionamento das agenfas (agências fazendárias) e escritórios do Iagro [Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal], recorrendo à Justiça se for o caso", garantiu o secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques.De acordo com o diretor da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Ademar da Silva Júnior, os produtores se comprometem a liberar as agências do Iagro e reafirmam a confiança no governo do Estado como canal de comunicação entre o setor e a União na busca de uma solução para os problemas. "O movimento tem o sentimento de viabilizar sempre este canal de comunicação, que é vital para que possamos solucionar a crise. A solução deste problema passa pelo apoio do governo do Estado. Vamos respeitar liminares", afirmou Ademar.Segundo Delcídio do Amaral, a reunião de amanhã entre os ministros, o governador Zeca do PT e a bancada federal pode garantir, em caráter de urgência, a criação de uma Medida Provisória que atenda às solicitações dos produtores. "A intenção é preparar uma reunião de trabalho que viabilize, com a ajuda dos demais estados produtores, a criação de uma medida que atenda com urgência as solicitações do setor, que sofre uma crise sem precedentes. Através de negociação a MP poderá abordar a maior parte dos itens propostos, como o refinanciamneto, a diminuição de encargos e a viabilização da comercialização através de um preço mínimo de venda", assegurou Delcídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados e outras cidades da região sul de MS tem alerta de chuvas intensas
TEMPO
Dourados e outras cidades da região sul de MS tem alerta de chuvas intensas
HABITAÇÃO
Lei institui concessão de benefícios para implementação do Programa Casa Verde e Amarela
Neno pede empenho do Estado para construção de museu em reserva indígena de Dourados
LEGISLATIVO DE MS
Neno pede empenho do Estado para construção de museu em reserva indígena de Dourados
Casal é preso com 5 kg de cocaína que iria revender
CAPITAL
Casal é preso com 5 kg de cocaína que iria revender
Tiras de glicemia voltam a ser distribuídas em Dourados
SAÚDE
Tiras de glicemia voltam a ser distribuídas em Dourados
REGRAS
Entra em vigor lei que prorroga regras de reembolso de passagens aéreas
CASSILÂNDIA
Menor é apreendido e objetos furtados recuperados
COVID-19
Após passar aniversário em UTI Covid, douradense recebe alta em Rondônia
BRASIL
Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados
TRÁFICO
Dois são presos com cocaína avaliada em R$ 5 mi, na MS-164

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista que atropelou jovem na Presidente Vargas conduzia um Gol e fugiu
NA DELEGACIA
Motorista que atropelou indígena diz que fugiu por medo de sofrer represálias
DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é encaminhado ao HV
DOURADOS
Jovens que tentaram aplicar golpe do 'falso frete' e balearam motorista são apreendidos