Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(67) 9860-3221

Zeca defende integração entre países andinos e do Mercosul

16 dezembro 2003 - 13h59

O governador Zeca do PT defendeu, ao desembarcar em Montevidéu para a 25ª Reunião do Conselho do Mercado Comum do Sul, a união do Mercosul com o bloco dos países andinos, processo que avançou depois da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O governador Zeca disse que vai dedicar tempo a uma agenda especial para ajudar no fortalecimento das relações comerciais e incremento do intercâmbio cultural, tecnológico e científico do Brasil com seus vizinhos. “Tenho dito ao presidente Lula que só vamos nos desenvolver no momento em que nossos vizinhos também progredirem”, afirmou o governador Zeca.O governador Zeca assistiu a abertura da XXV reunião do Conselho do Mercado Comum (Mercosul), com a presença do presidente do Uruguai, Jorge Batlle, e os demais presidentes dos países integrantes do Mercosul, Argentina, Bolívia e Chile, além de convidados especiais como o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Igor Ivanov, e do Comissário para Assuntos Comerciais da União Européia, Pascal Lamy. O governador retorna com o presidente para Brasília no final da tarde.Zeca aplaudiu a entrada definitiva do Peru como membro associado do Mercosul e a assinatura do acordo (prevista para amanhã) com a Comunidade Andina de Nações (Colômbia, Venezuela, Bolívia, Peru e Equador), lembrando que o Brasil precisa recuperar o tempo perdido e acompanhar a tendência mundial de alianças regionais, fortalecendo o Mercosul e a Comunidade Andina.Em conversas com seus colegas governadores, o governador Zeca falou sobre as rotas bioceânicas e da determinação do presidente Lula para que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) participe dos projetos buscam a integração da América do Sul, lembrando que no Norte, há mais de século os Estados Unidos já tinha duas ligações costa a costa (Atlântico-Pacífico).O governador Zeca tem o apoio do presidente Lula para duas rotas que cruzam Mato Grosso do Sul> uma passando pelo Paraguai e norte da Argentina e outra pela Bolívia, através das quais se reduzirá em 7,4 mil quilômetros a distância dos nossos produtos ao leste asiático, um mercado de mais de 3 bilhões de consumidores. “As duas ligações são estratégicas para a integração da América Latina e o presidente Lula tem liderado esse importante processo que vai significar muito para o Brasil, mas, sobretudo, para o desenvolvimento econômico e social do Paraguai e Bolívia”. Segundo o governador, a integração deve ser física e econômica. Nesse sentido, ela pressupõe infra-estrutura viária (transporte intermodal) e articulação de planos conjuntos, porque além das barreiras alfandegárias, que devem ser extintas ao longo do processo estreitamento dos dois blocos, existem as barreiras sanitárias. O acordo de livre comércio entre Mercosul e CAN é considerado um passo substancial para as próximas etapas de integração regional da América do Sul, que inclui união de infra-estruturas, abertura de mais vias de transporte aéreo, terrestre e hidroviário e, quem sabe, até de livre-trânsito de pessoas. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a Montevidéu na madrugada desta terça-feira. Pela manhã ele se reuniu com o presidente da Argentina, Néstor kirchner, e com o ex-presidente argentino, Eduardo Duhalde, que passará a ser chefe do Comitê de Representantes Permanentes do Mercosul, com a presença do líder da Frente Ampla, Tabaré Vasquez, que comanda a esquerda Uruguaia e forte candidato às eleições presidenciais no ano que vem. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Homem é preso ao tentar furtar 1,4 quilo de picanha de mercado
SAÚDE
Mariano, da dupla com Munhoz, é diagnosticado com o novo coronavírus
CORONAVÍRUS
OAB nacional adia publicação dos próximos editais de exame de ordem
POLÍTICA
Governo vai cruzar dados para o pagamento do auxílio de R$ 600
UEMS
Universidade da Melhor Idade suspende aulas por tempo indeterminado
LIVE
Governo de MS amplia benefício a carentes e orienta sobre cuidados em casa
VIOLAÇÃO DE REGRAS
Facebook e Instagram apagam vídeo que mostra passeio de Bolsonaro
CARACOL
Homem tenta matar esposa e esfaqueia homem que a protegia
PROTESTO
Cidades brasileiras registram panelaço contra Bolsonaro pelo 14º dia seguido
REGIÃO
Judiciário de MS destina mais de R$ 570 mil no combate à COVID-19

Mais Lidas

FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta