Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Vítimas de incêndio em mercado paraguaio cobram justiça

09 junho 2005 - 13h05

Quase um ano depois da tragédia do supermercado Ycuá Bolaños, que incendiou em Assunção, matando cerca de 400 pessoas e deixando outras 500 feridas, alguns culpados ainda estão livres. Recentemente, os afetados pela tragédia realizaram um protesto em frente ao Tribunal para reclamar, principalmente, a prisão do intendente de Assunção, Enrique Riera, e do ex-titular do executivo municipal Martín Burt, assim como a prisão de todos os responsáveis pelo genocídio. O procurador geral do Estado, Oscar Germán Latorre, informou à imprensa paraguaia que "os questionamentos por parte dos familiares e vítimas estão relacionados aos embargos travados, aos pedidos de indenizações, aos termos da acusação, sobre os que, felizmente, nos pusemos de acordo, entre outros temas". Além disso, Latorre acrescentou que "estamos trabalhando para que o caso não fique impune, a idéia é esgotar os estudos e expor, claramente, quais são nossos argumentos técnicos e juntos tirarmos uma conclusão que seja convincente para todos".Roberto Almirón, da Associação de Vítimas e Familiares, já deixou claro ao procurador que a responsabilidade e a acusação de Riera e Burt são inegociáveis, apesar de Rubén Villalba seguir sem responsabilizá-los e muito menos acusá-los. A primeira jornada para estabelecer as causas e responsabilidades da catástrofe será realizada segunda-feira, quando serão colhidas as primeiras declarações orais em um grande salão poliesportivo, com capacidade para cerca de 5 mil pessoas, ao invés do Palácio de Justiça.O incêndio aconteceu em agosto do ano passado. Um total de 286 pessoas, entre vítimas que sobreviveram ao incêndio e familiares dos mortos, apresentaram disputa criminal contra 11 pessoas, entre elas os proprietários do supermercado, Juan Pío Paiva e seu filho Daniel Paiva, atualmente detidos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Detran não terá expediente nesta quarta-feira de feriado
TIRADENTES
Detran não terá expediente nesta quarta-feira de feriado
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
CLIMA
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
Saúde ativa 4 UTI's Covid no HV e transfere leitos clínicos para outros hospitais
DOURADOS
Saúde ativa 4 UTI's Covid no HV e transfere leitos clínicos para outros hospitais
Alan Guedes nomeia novo diretor da Coordenadoria Especial de Assuntos Indígenas
DOURADOS
Alan Guedes nomeia novo diretor da Coordenadoria Especial de Assuntos Indígenas
LEGISLATIVO DE MS
Nome da sede do DOF homenageando Coronel Adib segue à sanção
FUTEBOL
Chefe da Fifa sobre Superliga: "Ou vocês estão dentro ou estão fora"
REGIÃO
Casal é preso transportando mais de 700 quilos de drogas em carro com criança
PANDEMIA
Idades das vítimas mais recentes da Covid-19 em MS variam entre 20 e 88 anos
PONTA PORÃ
Polícia apreende veículo carregado com maconha em estacionamento de hotel
DOURADOS
Ex-diretor médico nega responsabilidade por suposta escala sem plantonista na UPA

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro