Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Virgílio não quer que Severino use condecoração

05 setembro 2005 - 16h38

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio Neto (AM), pediu, através de ofício enviado ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que seja suspenso o direito de o presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), usar a Ordem do Rio Branco, recebida por ele do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o senador, o estatuto da ordem permite que o seu conselho faça tal suspensão nos casos em que o integrante passe a ter comportamento incompatível com os princípios da comenda. Segundo a Agência Senado, Arthur Virgílio rejeitou, ainda, a acusação de Severino de que as denúncias de pagamento de propina publicadas na imprensa são da responsabilidade do PSDB e do PFL. Para o senador, Severino Cavalcanti deve se afastar da Presidência da Câmara para não tumultuar o processo de cassação que vai enfrentar. Severino é acusado de ter recebido propina de Sebastião Buani, dono de um dos restaurantes da Câmara.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia
CAPITAL
Morre condutor de moto que sofreu acidente com namorada na BR-163
COVID-19
MS recebe neste sábado 338.130 medicamentos do 'kit intubação'

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista