Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Videoconferência da Justiça Federal é realizado com êxito

22 fevereiro 2011 - 13h28

O Juiz Federal Substituto da 2ª Vara de Dourados, Dr. Márcio Cristiano Ebert, respondendo temporariamente pela 1ª Vara Federal de Naviraí-MS, realizou com sucesso a primeira audiência por videoconferência, semana passada (17), entre essas duas Subseções Judiciárias, onde ouviu uma testemunha de acusação que se encontrava a cerca de 131 km de distância, em uma sala específica para videoconferências, em Dourados.

A iniciativa pioneira partiu do Juiz Federal Moisés Anderson Costa Rodrigues da Silva, que incentivou o Dr. Márcio a se utilizar deste expediente, visando maior praticidade e rapidez, como previsto na Resolução n° 105/2010, do Conselho Nacional de Justiça, a qual determina que a inquirição de testemunhas seja realizada primordialmente pelo sistema de videoconferência. Os testes iniciais de viabilidade técnica foram acompanhados pelo Dr. Moisés, desde o início de outubro de 2010.

A transmissão, que permite a veiculação de voz e imagem em tempo real, usou como infraestrutura o sistema de videoconferência do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS), permitindo o cumprimento de carta precatória distribuída à 2ª Vara Federal de Dourados de maneira rápida e eficaz. Além disso, permite ao réu (ainda que esteja preso) acompanhar a audiência.

Devido ao grande número de processos e com vistas a uma maior celeridade processual, a oitiva foi realizada virtualmente. Evitou-se que o Juiz Federal Moisés Anderson Costa, Diretor do Fórum da Justiça Federal de Dourados e respondendo pela 2ª Vara, tivesse que ouvir a testemunha, comprometendo a agenda e a sala de audiências da Vara.

Por causa do sucesso da primeira experiência com essa tecnologia, o juiz Moisés deprecou diversas outras audiências para a Justiça Federal de Campo Grande, além das que foram marcadas para o mês de março: dias 03 (Naviraí - Dourados), 09 (Corumbá – Dourados), 10 (Corumbá – Dourados), 17 e 24 (Naviraí – Dourados) e 25 (Corumbá – Ponta Porã) e afirma que, hoje, a Justiça Federal da 3ª Região dispõe de equipamentos avançados em matéria de transmissão de dados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASÍLIA
Secretário Mario Frias é submetido a cateterismo de emergência
TRÊS LAGOAS
Homem que matou cantor a tiros em tabacaria é condenado a 46 anos
BRASIL
Câmara aprova projeto que pode restringir atuação da oposição
Homem contrai dívida de R$ 32 mil ao fazer portabilidade de empréstimo
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
BENEFÍCIO
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
POLÍCIA
Condutor de lancha envolvida em acidente com morte presta depoimento
EDUCAÇÃO
Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021
IVINHEMA
Três dias depois de ser envenenada pela mãe, criança recebe alta
FERIADO
Comarca de Angélica não terá expediente amanhã e sexta-feira
SIDROLÂNDIA
Polícia apreende seis toneladas de maconha que iria para Minas Gerais

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados