Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Vida sexual precoce aumenta a incidência de HPV em mulheres

24 dezembro 2009 - 10h23

Para saber por que as mulheres com baixa renda têm maiores índices de câncer do colo do útero, foi realizada uma pesquisa com 20 mil pessoas. O resultado apresentado revelou uma associação entre a doença com a iniciação precoce da atividade sexual.

Os estudos apontaram que as mulheres mais pobres iniciam suas atividades sexuais aproximadamente quatro anos antes, das que tem condições financeiras melhores. Devido a este fato elas têm contato com vírus mais cedo, contribuindo assim para a estatística apresentada na pesquisa.

Antes de serem apurados estes fatos, acredita-se que a dessemelhança era proveniente da falta de controle de prevenção em regiões com menor concentração de renda.

Segundo o farmacêutico e tutor do Portal Educação, Ronaldo de Jesus Costa, o início da vida sexual quatro anos antes da média duplica o risco de desenvolver câncer. “O interessante é que o estudo mostra que a diferença na incidência não está relacionada ao HPV, ao cigarro ou ao número de parceiros sexuais”, diz Ronaldo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Mais quatro municípios de MS entram na rota do coronavírus
TRÁFICO
Maconha e skunk são apreendidos durante tentativa de fuga
BRASIL
Bolsonaro visita presidente do STF no hospital
EM 24H
De terça para quarta, Dourados internou um paciente por coronavírus a cada 4h40
CONTRABANDO
Mais de 700 celulares que seriam levados ao MT são apreendidos
DOURADOS
Porta-voz da prefeita diz que decretos têm base técnica após crítica do empresariado
DOURADOS
Em nova ação, BPW entrega aventais e máscaras para trabalhadores da saúde
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
ECONOMIA
Agronegócio sul-mato-grossense vendeu 87% da soja e 37% do milho
TRÁFICO
Polícia apreende mais de meia tonelada de maconha durante barreira sanitária

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher