Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Viciado em games mata a mãe por não pagar conta de internet

19 janeiro 2010 - 14h46

O jovem romeno Ionut Savin, de 15 anos, esfaqueou sua mãe adotiva depois que ela recusou pagar a conta de internet e o serviço foi cortado. A mulher achava que este era o único meio de fazer o garoto parar de jogar videogame.

Após atacar a mãe com 17 facadas, o jovem pegou todo o dinheiro que havia na casa e foi jogar o game de tiro “Counter-strike” em um cibercafé por muitas horas. O corpo da mulher foi encontrado quando o marido chegou em casa. De acordo com os jornais locais, o casal comemoraria 16 anos de casamento neste dia. Logo após a polícia chegar ao local, Ionut se entregou calmamente, revelando onde havia escondido a arma do crime.

O jovem revelou ser viciado em games e passava os dias em frente ao computador navegando na internet, segundo o site Adevarul.ro. Em 2009, ele perdeu 200 dias de aula. Ionut foi preso e está internado em uma clínica psiquiátrica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BANDEIRA TARIFÁRIA
Conta de luz não terá cobrança extra até o fim do ano, informa Aneel
BR-262
Veículo furtado na Bahia é recuperado durante barreira sanitária
LADÁRIO
Liminar derruba decreto que previa orações e jejum na pandemia
ESTRELA DO SUL
Adolescente planta maconha no quintal da avó e acaba apreendido
SENTENÇA
Justiça determina que morador cumpra regras de construção de condomínio
COVID-19
Senado aprova requisição obrigatória de leitos privados pelo SUS
AGRESSÕES
Após ordem judicial, “Pedreiro Assassino” é transferido para Instituto Penal
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.039 mortes por Covid-19 em 24 horas e total chega a 24,512
JUSTIÇA
Consumidor será indenizado por protesto de débito já quitado
SAÚDE
Sul-Mato-Grossense Aracy Balabanian é internada com insuficiência respiratória

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dois meses após decreto de emergência, Dourados confirmou 127 casos de Covid-19
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h