Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Vereador vai ao MPF para garantir recuperação de ferrovia

12 abril 2004 - 10h16

O vereador Marcelino Nunes, PT, quer acionar o Ministério Público Federal para garantir a inclusão do trecho Campo Grande/Ponta Porã nas obras de recuperação da ferrovia Novoeste. O parlamentar estuda tomar esta medida diante do anuncio feito recentemente pela direção da empresa que administra a ferrovia que liga Bauru, no interior de São Paulo, ao Mato Grosso do Sul. Marcelino considera a medida uma discriminação e um descaso por parte da empresa que descartou o trecho que atende Ponta Porã. “A ferrovia precisa ser recuperada, garantindo a inclusão de Ponta Porã no projeto que visa transformar o Mato Grosso do Sul numa rota obrigatória para ligação bioceânica que vai ligar o Brasil aos portos chilenos, através da estrada férrea que passa inclusive pela Bolívia. Ponta Porã é uma das regiões que possui grandes índices de produção, especialmente no setor agropecuário. Também é ponto estratégico na concretização de negócios relacionados ao comércio exterior. Por isso, a ferrovia torna-se indispensável, na medida em que o transporte é uma infra-estrutura necessária para o desenvolvimento econômico”, frisou o parlamentar.Para Marcelino, o anuncio de que apenas será recuperado o trecho ligando Bauru a Corumbá é a mais fiel constatação de que Ponta Porã ficará de fora do projeto de recuperação da ferrovia. “Caso isso se concretize ficará ainda pior a situação da ferrovia que hoje vive o abandono e é o retrato da destruição dos vândalos”, alertou.Ele se refere ao fato de que ultimamente o que sobrou da ferrovia em Ponta porã está sendo saqueado. “Temos informações seguras de que estão ocorrendo furtos dos trilhos da ferrovia. É um absurdo o que está acontecendo em nossa cidade. A única forma de impedir que isso continue ocorrendo é a imediata reativação da ferrovia. Por isso vamos buscar apoio de todos aqueles que possam ajudar na luta pela reativação da ferrovia. A bancada federal de Mato Grosso do Sul já foi acionada através do senador Delcídio do Amaral que assumiu o compromisso de defender os interesses de Ponta Porã. Se for necessário, vamos acionar o Ministério Público Federal para que a empresa responsável pelo trecho Bauru- Mato Grosso do Sul, inclua Ponta Porã no projeto de recuperação da ferrovia”, assegurou MarcelinoO Vereador ressaltou que a luta pela reativação da ferrovia deve envolver toda a sociedade fronteiriça. Por isso, a Câmara Municipal irá realizar na próxima sexta-feira, dia 16 de abril, às 19 horas, uma audiência pública. “Fizemos o pedido da realização desta audiência pública porque ela se constituirá no marco inicial da luta pela recuperação da ferrovia em Ponta porã. Será o momento em que toda a sociedade poderá expor as opiniões referentes ao assunto e ainda definir o que será realizado a partir de agora para que possamos conseguir atingir nosso objetivo. Posso assegurar que Ponta Porã não ficará em silêncio diante da insensibilidade da empresa que não pensa em nos tratar com a devida atenção”, garantiu Marcelino Nunes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em seis dias, MS registrou quase 80 óbitos por coronavírus
PANDEMIA 
Em seis dias, MS registrou quase 80 óbitos por coronavírus
FUTEBOL
Paulistão tem clássico San-São neste sábado
REGIÃO
Homem é preso após aplicar golpes em comerciantes de Bataguassu
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
BRASIL
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Homem é autuado em R$ 5 mil por armazenar combustível irregularmente
NOVA ANDRADINA
Homem é autuado em R$ 5 mil por armazenar combustível irregularmente
POLÍCIA
Briga entre vizinhos termina em ameaça e homem preso com revólver
POLÍCIA
Motorista de carreta é libertado de cárcere após casal ser preso por receptação
SAÚDE PÚBLICA
Ministro da Educação vem a Dourados entregar prédio da UMC
DOURADOS 
Homem é preso após xingar e ameaçar mãe de 73 anos
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF