Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Vereador licenciado de Nova Andradina morre de câncer

11 julho 2005 - 08h49

O vereador licenciado Dílson Casarotto, de 49, anos faleceu às 18h06 de sábado no Hospital das Clínicas Santa Helena em Nova Andradina. Segundo o laudo divulgado pelos médicos, a causa da morte do vereador foi falência múltipla de órgãos em razão de um câncer entre o intestino e a pele, o qual ele vinha lutando há mais de quatro anos. Segundo informações do Hospital das Clínicas Santa Helena, o quadro clínico de Dílson era instável há alguns dias, tendo o vereador ficado internado por uma semana e depois sendo liberado, onde um intervalo de oito dias antecedeu sua morte. Internado na manhã de sábado, Dílson não resistiu e morreu à noite.Dílson havia anunciado o afastamento do cargo na segunda-feira (20 de junho) dizendo que estava muito debilitado e que não teria mais condições de freqüentar as sessões da Câmara. O requerimento pedindo o afastamento foi votado em sessão ordinária no dia 27 de junho, ocasião em que Dílson não mais freqüentou a sessão. Em última entrevista concedida ao Diário MS, Dílson comentou sobre o afastamento afirmando que precisava da colaboração dos pares e agradeceu o apoio dos vereadores. “Lutei até o momento em que pude, mas não tenho condições de continuar no cargo”, comunicou Dílson aos vereadores em última sessão ordinária freqüentada por ele.Vereador em segundo mandato pelo Partido Liberal Dílson era representante do Distrito de Nova Casa Verde, local onde tinha o objetivo de emancipar, já que residia no distrito como trabalhador rural desde criança. Tendo lançado sua candidatura como vereador em 2000, Dílson atuou quatro anos e meio como vereador, sendo o 5º vereador mais votado nas eleições de 2004, com 706 votos.O corpo do vereador será velado durante a manhã no Distrito de Nova Casa Verde e depois será levado até a Câmara Municipal, onde será realizada uma sessão fúnebre, onde Dílson será coroado de honrarias, e a família receberá uma moção de pesar. Após a sessão Dílson será enterrado no Cemitério Municipal da Saudade.O presidente da Câmara, Antonio Francisco Ortega Batel, lamentou a morte do companheiro afirmando que Dílson foi uma importante figura política em Nova Andradina, que teve sua luta marcada por buscar melhorias à população de Nova Casa Verde e de toda Nova Andradina. “Dílson será lembrado por todos os vereadores que passarem pela Câmara em razão de sua integridade, humildade, honestidade e dos trabalhos prestados como vereador”, afirma.O prefeito Roberto Hashioka também lamentou a morte de Dílson, decretando luto oficial e suspendendo a queima da fogueira que aconteceria no fechamento da 23ª Fejuna na noite de ontem. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
TCE-MS pede explicações sobre irregularidades de R$ 2,2 milhões em licitação de prefeitura
INTERNACIONAL
Ataques a tiros em dois estados deixam 6 mortos nos EUA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
Adolescentes estouram janela de alojamento e fogem de Unei
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
MPE-MS alerta gestores sobre prática de novo golpe no WhatsApp
REGIÃO
Após comprometimento de 98% do pulmão, prefeito se recupera da Covid-19
POLÍCIA
Após desentendimento, menina de 10 anos sai de casa e fica sete horas desaparecida
POLÍCIA
Homem é morto com vários golpes de faca e assassino é preso horas depois
PANDEMIA
Dourados segue com 100% das UTIs Covid ocupadas e com fila de espera por leitos

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados