Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Vera Drake", drama sobre aborto, vence Leão de Ouro de Veneza

12 setembro 2004 - 15h07

"Vera Drake", a história do diretor Mike Leigh sobre uma mãe da classe operária que é flagrada fazendo abortos ilegais na Inglaterra dos anos 1950, arrebatou neste sábado importantes prêmios no 61o. Festival de Cinema de Veneza, incluindo o cobiçado Leão de Ouro. A britânica Imelda Staunton venceu o prêmio de melhor atriz pela interpretação de uma mulher que realiza abortos clandestinos não por dinheiro mas por preocupação com os problemas das pacientes. "Vera Drake" disputou contra outros 21 filmes pelo prêmio principal da mais antiga competição de cinema do mundo. No filme, Leigh levanta questões polêmicas sobre aborto em um mundo onde os ricos têm acesso a clínicas discretas e a abortos legais, enquanto os pobres se vêem obrigados a recorrer a pessoas como Drake. "O público deve sair (do filme) com um debate e lutar contra isso. Essas coisas não são preto no branco", disse ela durante entrevista no Lido. Staunton protagoniza o filme como uma mãe que arrisca o amor de sua família depois que uma garota na qual fez um aborto fica seriamente doente e suas atividades secretas são descobertas. O filme "Mar Adentro", de Alejandro Amenabar, também foi premiado. Ele conta a história verídica de um marinheiro espanhol que luta pelo direito de morrer após um acidente tê-lo deixado paralítico.O mais recente trabalho do diretor de "Os outros" venceu o Grande Prêmio do Júri, enquanto o prêmio de melhor ator ficou com o espanhol Javier Bardem pela interpretação de Ramon Sampedro, o tetraplégico e defensor da eutanásia que conquistou o público na Espanha. "3-iron", uma história poética e breve sobre amor e solidão, de Kim Ki-Duk, que tem sido chamado de o "Michelangelo Antonioni coreano", levou o prêmio especial de melhor diretor. REVOLTA ITALIANA? Os dois jovens atores do filme italiano "Lavorare con Lentezza" dividiram o prêmio de revelação do melhor ator ou atriz jovem. Mas o favorito dos críticos italianos para vencer o Leão de Ouro, "Le Chiavi di Casa", foi completamente ofuscado.O fato deve provocar polêmica na Itália, pelo segundo ano consecutivo, depois que os principais jornais do país já anunciavam o filme, de Gianni Amellio, como o vencedor do festival. No ano passado, outro filme italiano que também era declarado favorito no festival teve passagem igualmente ofuscada. O fiasco foi apontado como um dos motivos que levaram as autoridades italianas a demitirem os organizadores do festival de 2003.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bandidos invadem fazendas no interior do Estado
REGIÃO
Bandidos invadem fazendas no interior do Estado
INTERNACIONAL
Israel destrói prédio em Gaza que abrigava escritórios de imprensa
Em MS, homem é autuado em R$ 65 mil por degradar área de córrego
ANAURILÂNDIA
Em MS, homem é autuado em R$ 65 mil por degradar área de córrego
TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia
COPA DO BRASIL
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
PANDEMIA
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor