Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Venezuela promete 1 milhão de dólares em ajuda para a Jamaica

12 setembro 2004 - 19h42

O governo venezuelano anunciou neste domingo que destinará 1 milhão de dólares em ajuda humanitária para a Jamaica, onde o furacão Ivan deixou pelo menos 16 mortos e sérios prejuízos materiais nos dois últimos dias."Vamos aprovar outro milhão de dólares, para a Jamaica", disse o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em seu programa dominical de rádio e televisão. A Venezuela já tinha aprovado ontem 1 milhão de dólares em ajuda humanitária para Granada, onde o Ivan provocou pelo menos 17 mortes e deixou 90% dos edifícios afetados. O presidente venezuelano não especificou quando a ajuda à Jamaica será efetivada, nem os mecanismos de canalização do auxílio. Ontem, o ministro de Comunicação e Informação, Andrés Izarra, afirmou que duas embarcações militares estavam "sendo abastecidas para reparar os efeitos que o furacão Ivan possa causar no Caribe", especificamente em "Jamaica e Cuba". A Venezuela está coordenando a canalização da ajuda humanitária com os dois países. Izarra informou que um helicóptero militar partiria ontem mesmo para Granada com "equipes de resgate e de assistência de primeiros socorros para atender emergências mais urgentes". O ministro disse que "em menos de 24 horas" um navio da marinha venezuelana zarparia para Granada com uma equipe de avaliação técnica, levando também alimentos, água, cobertores, barracas e material de construção. O chefe da Defesa Civil, Antonio Rivero, disse hoje que a segunda leva de ajuda humanitária para Granada deve sair na terça-feira 14, "com uma carga maior de alimentos, água potável e medicamentos ao povo de Granada, assim como pessoal logístico e de apoio". O Ivan passou em frente ao litoral venezuelano entre terça e quinta-feira da semana passada e deixou cinco mortos, 80 feridos e mais de 1.770 atingidos, segundo dados da Defesa Civil, e mais oito pescadores desaparecidos. Na sua rota de devastação pelo Caribe na semana passada, o Ivan causou ao todo 45 mortes e graves estragos em infra-estrutura em Granada, Jamaica, Barbados, República Dominicana, Venezuela, Trinidad e Tobago, Colômbia e vários países das Pequenas Antilhas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasileira Julia Gama fica em 2º lugar no concurso Miss Universo
BELEZA
Brasileira Julia Gama fica em 2º lugar no concurso Miss Universo
PF deflagra operação e cumpre 40 mandados em duas cidades de MS
FÊNIX
PF deflagra operação e cumpre 40 mandados em duas cidades de MS
Hotel Pousada do Bosque: referência em lazer e sofisticação na região
INFORME PUBLICITÁRIO
Hotel Pousada do Bosque: referência em lazer e sofisticação na região
Dourados encara o Aquidauanense atento ao duelo de Costa Rica
ESTADUAL
Dourados encara o Aquidauanense atento ao duelo de Costa Rica
Saiba o que a Clínica Viva Mais pode fazer pela sua face
BELEZA E ESTÉTICA
Saiba o que a Clínica Viva Mais pode fazer pela sua face
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II
DOURADOS
UFGD tira portal do ar após tentativa de ataque hacker
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
CAPITAL
Corpo de homem com as calças abaixadas é encontrado em córrego
FUTEBOL
Comercial cede empate ao União no fim da partida

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS