Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Veja os locais das 111 vagas do concurso para AGU

28 janeiro 2010 - 17h08

Estão em andamento as inscrições para 111 vagas e formação de cadastro de reserva para procurador federal da Advocacia-Geral da União. O salário é de R$ 14.549,53 (veja aqui o edital). Os aprovados serão lotados e terão exercício, por até 3 anos, exclusivamente em localidades de difícil provimento, onde há carência de procuradores. Veja abaixo quais são as localidades.
Rio Branco (AC); Tabatinga (AM), Macapá (AP), Cáceres (MT), Rondonópolis (MT), Sinop (MT), Altamira (PA), Marabá (PA), Santarém (PA), Picos (PI), Porto Velho (RO), Cacoal (RO), Ji-Paraná (RO), Vilhena (RO), Boa Vista (RR), Dourados (MS), Três Lagoas (MS), Bagé (RS), Santana do Livramento (RS), Santo Angelo (RS), Uruguaiana (RS) , Francisco Beltrão (PR), Ivaiporã (PR), Toledo (PR), Umuarama (PR), Joaçaba (SC), São Miguel do Oeste (SC). As localidades constam na Portaria PGF nº 69, de 18 de janeiro de 2008. 
 
Nos termos da Instrução Normativa AGU nº 1 de 30 de setembro de 2009, se observada a necessidade de serviço em outras localidades, o prazo obrigatório poderá ser reduzido ou eliminado. Aos nomeados será facultada a lotação em outros locais se existir vaga. Segundo a mesma instrução, há a possibilidade do preenchimento das demais vagas a critério da Procuradoria-Geral Federal e observada a necessidade de serviço existente em outras localidades.
 
O candidato deve ser bacharel em direito, ter registro de inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil e comprovar no mínimo dois anos de prática forense.

A inscrição deve ser feita pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/agupgf2010/ até as 23h59 do dia 7 de fevereiro, observado o horário oficial de Brasília. A taxa é de R$ 135.

A seleção para o cargo terá prova objetiva, provas discursivas, prova oral, avaliação de títulos, sindicância de vida pregressa e avaliação em programa de formação.

A prova objetiva, as provas discursivas e a entrega dos títulos serão realizadas nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal. A prova oral, a perícia médica dos candidatos que se declararem portadores de deficiência e o programa de formação serão realizados exclusivamente em Brasília.

A prova objetiva terá a duração de 5 horas e será aplicada na data provável de 27 de março, no período da tarde. A prova discursiva P2 terá duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 28 de março, no turno da manhã, e a prova discursiva P3 terá duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 28 de março, no turno da tarde. A prova oral será aplicada no mínimo 7 dias após a publicação do resultado final das provas discursivas.

Os locais e o horário de realização da prova objetiva e das provas discursivas serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados na Internet, no site
http://www.cespe.br/concursos/agupgf2010, na data provável de 17 de março. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos