Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Vazamento de óleo é investigado pela PMA

23 maio 2005 - 14h20

A Polícia Militar Ambiental (PMA), de Corumbá, encerrou a vistoria ao local onde o empurrador Ipê, que integra a frota da Cinco & Bacia, companhia de navegação, naufragou no dia 04 de maio, na região do Porto Sobramil, no rio Paraguai, no limite das cidades de Corumbá e Ladário. A corporação recebeu denúncia de que estava vazando óleo do empurrador, no início da noite de domingo, dia 22, e ao verificar a situação, constatou que o derramamento atingia cerca de quatro quilômetros, chegando às proximidades da região do Bracinho.O comandante da PMA, Joilson Sant’Ana, informou, ao Corumbá On Line, que a vistoria desta segunda-feira mostrou que a empresa de navegação responsável pela embarcação já tomou as medidas necessárias para conter o vazamento.“Ainda há cheiro forte, mas o óleo é praticamente imperceptível”, afirmou o comandante. Ele também revelou que não foram identificados danos à fauna e flora. Um relatório será encaminhado pela Polícia Militar Ambiental aos técnicos da unidade local do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).O órgão, que acompanha todo o processo desde o naufrágio da embarcação será o responsável pela decisão de arbitrar ou não multa, que pela legislação ambiental varia de R$ 1 mil a R$ 50 milhões.Plano de salvatagemA assessoria de imprensa da empresa de navegação Cinco & Bacia emitiu nota oficial esclarecendo o vazamento de óleo do empurrador Ipê. A nota diz que o “Plano de Salvatagem” foi autorizado pela Capitania Fluvial do Pantanal no sábado, 21, onze dias depois de ter sido apresentado pela companhia, com os trabalhos de bombeamento às 13 horas de domingo, dia 22.O documento explica que “com o bombeamento de água e injeção de ar nos tanques do casco naufragado, um bolsão de óleo, com aproximadamente 30 (trinta) litros veio a escapar. Este óleo foi retido pela barreira de proteção e, imediatamente foi controlado e retirado do rio utilizando-se os kits apropriados de limpeza disponíveis”.A empresa interrompeu as atividades às 18h do domingo e na manhã de hoje, dia 23, reposicionou o barco de contingência para reinício do serviço. A nota da Cinco encerra afirmando que a “Capitania dos Portos está atuando de forma diligente, com permanente vigília no local, orientando o tráfego por fora do perímetro de exclusão”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO PAULO
Parlamentares invadem Hospital em meio à pandemia de Covid-19
Homem executado com 60 tiros já foi acusado de homicídio e tentativa
CAPITAL
Homem executado com 60 tiros já foi acusado de homicídio e tentativa
IMUNIZANTE
Azambuja assina carta dos governadores à ONU por mais vacinas
FRONTEIRA
Polícia 'estoura' lava jato que estocava cocaína para facções criminosas
GERAL
Emissão de Certidões Negativas segue disponível no Portal do TJMS
CAPITAL
Passageira de moto morre após veículo colidir com carro em viaduto
FÓRMULA 1
Lewis Hamilton conquista a pole para o GP de Imola; 99ª da carreira
REGIÃO
Ladrão de bancos do Paraguai é preso quando fugia para o Brasil
BENEFÍCIO
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
POLÍCIA
Veículo roubado é recuperado na região central de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista