Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905
ROTEIRO&VIAGENS

Vaticano reúne história e religião num belo passeio pela ‘Cidade Eterna’

14 setembro 2017 - 09h12

Localizado na chamada ‘Cidade Eterna’, o Vaticano reúne diariamente milhares de turistas do mundo todo, em torno da Praça São Pedro e pelos museus que são verdadeiros aulas de história e religião. Todos desejam conhecer o local, independente da crença, por isso, o Vaticano está sempre aberto para acolher a todos. Separamos um pequeno roteirinho que você pode fazer, caso seu destino da próxima viagem seja lá.

Quando ir

O Vaticano está lotado sempre, mas no verão (junho, julho e agosto), as filas podem ser maiores. O ideal é ir de segunda a sábado, para poder visitar todas as atrações, algumas coisas têm entrada restrita no domingo, melhor evitar.

Como ir

O Vaticano é um país independente, mas está localizado dentro do território da cidade de Roma, então de Roma é muito fácil chegar lá a pé, de ônibus, se for de metrô, vá pela estação Ottaviano/San Petro da linha A-vermelha, ou ainda, de taxi.

O que vestir

As regras de vestimenta proíbem a entrada ao Museu do Vaticano e dependências da Basílica trajando regatas, blusas decotadas, shots, bermuda, saia curta e chapéu. Não precisa se cobrir inteiro (especialmente se for no verão), mas tome cuidado com esses detalhes, e se estiver com uma blusa que mostre os ombros, leve um xale. Se for subir na cúpula, lembre-se de ir com um sapato confortável pois são mais de 300 degraus, e se não comprar o elevador, são mais de 500.

Ingressos e horários

Cada atração tem um ingresso próprio e o recomendado é comprar tudo antes para evitar filas e conseguir fazer tudo em um dia só. Comece reservando a visita pela Necrópole do Vaticano, é a única forma de ver de verdade, onde estão os restos de São Pedro, que foi a base da fundação da Basílica.

O ideal é reservar a visita da necrópole no período da tarde, de lá você já passa pelas catacumbas, e termina o passeio na Basílica (tudo com o mesmo ingresso). Saindo da Basílica, já pegue a fila para subir na cúpula e ter a vista panorâmica lá de cima. Esta fila para a cúpula não costuma ser muito cheia.

O período da manhã fica reservado para o Museu do Vaticano e a Capela Sistina. O museu abre às 9h e fica aberto até às 16h, por isso, é bom se programar para ir de manhã, pois você tem tempo para ver tudo até a hora do almoço, e depois passar a tarde na Basílica .

Compra do ingresso

Caso você não compre seu ingresso para o Museu do Vaticano antecipado, existe também a opção de se unir a alguma visita guiada. Para isso, há vendedores anunciando pelas ruas e você negocia diretamente com eles, já escolhendo a língua que quer seu tour. Outra opção é ir até a loja de souvenirs do Vaticano. Você paga mais do que o ingresso normal, pois eles ganham uma pequena comissão, mas também não pega fila.


Deixe seu Comentário

Leia Também

PRECAUÇÃO
Após golpes na capital, Procon orienta fim de ambulantes em estacionamentos de comércios em Dourados
COVID-19
Mais da metade dos municípios de MS tem casos confirmados de coronavírus
ELEIÇÕES 2020
Sensatez em adiarmos as eleições para dezembro
BR-463
Abacaxi atômico: polícia encontra maconha misturada a frutas
SANEAMENTO
Com cobertura acima da média, Dourados deve universalizar rede de esgoto em 10 anos
SEGURANÇA PÚBLICA
Governo oficializa troca de comando no DOF
PANDEMIA
Pacientes de coronavírus já ocupam 11 leitos hospitalares em Dourados
OPORTUNIDADE
Dourados começa semana com dezenas de vagas de trabalho
EDUCAÇÃO
Começa prazo para instituições de ensino superior aderirem ao Sisu
MATO GROSSO DO SUL
Corpo de homem desaparecido é encontrado por pescadores

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista