domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
Saúde e Bem-estar

Unimed cria centro de apoio para atender beneficiários na pandemia

03 abril 2020 - 08h22Por Pajax

Ambulatório da Unimed Dourados foi transformado num importante centro de apoio aos pacientes com síndrome gripal e casos suspeitos de Covid-19 serão investigados pelos médicos da cooperativa que vão atender das 7h às 17h, de segunda à sexta-feira

Assessoria de imprensa Unimed Dourados

 Foto: Recepção do Centro de Atendimento aos Pacientes com Sintomas de Síndrome Gripal.

A Unimed Dourados transformou o ambulatório instalado na Rua Hayel Bon Faker, número 3.735, quase em frente ao Samu, em um Centro de Atendimento aos Pacientes com Sintomas de Síndrome Gripal. O serviço, exclusivo para os beneficiários da Unimed Dourados, vai funcionar durante o período em que existir a pandemia de Covid-19 com a missão de oferecer uma resposta rápida aos clientes da Cooperativa de Trabalho Médico. “Em meio à preocupação gerada pelo coronavírus não poderíamos deixar de dedicar uma atenção especial aos nossos clientes e com o atendimento ofertado pelos médicos no Ambulatório Unimed os beneficiários ficarão mais tranquilos”, ressalta Jamal Nasser Haddad, presidente da Unimed Dourados.

O médico Diógenes José de Carvalho, coordenador do Projeto Contra a COVID-19 na Pandemia, explica que todo o espaço foi adequado às normais internacionais e nacionais de vigilância sanitária. “Desde a recepção onde as poltronas respeitam o espaço de dois metros entre elas, os profissionais envolvidos no atendimento foram treinados e capacitados para atender nossos usuários de forma rápida, eficiente e segura”, ressalta Diógenes José de Carvalho.

O Centro de Atendimento aos Pacientes com Unimed Dourados CONTRA A COVID-19 prestará os serviços primários de saúde aos beneficiários da Unimed Dourados. “Chegando neste centro de atendimento o usuário será acolhido pela equipe e logo será atendido por um médico capacitado à avaliar a síndrome gripal. Definindo a necessidade de realização de exames para COVID-19 ou não, ou até mesmo exames de imagem do aparelho respiratório”, explica o coordenador. “Havendo necessidade de internação, nosso usuário será imediatamente transferido para um dos hospitais de referência que a Unimed Dourados contratou para atendimento durante a pandemia do Covid-19”, completa Dr. Diógenes.

O médico ressalta, no entanto, que os beneficiários da Unimed Dourados só devem procurar o Centro de Atendimento se apresentarem sintomas de Síndrome Gripal, por exemplo febre, tosse, coriza, dor de garganta ou  falta de ar. “Não é momento de pânico, de forma que o Ambulatório Unimed estará à disposição para orientar e cuidar do seu usuário neste momento difícil e que logo passará”, orienta o médico. “O mais importante é que os beneficiários da Unimed Dourados saibam que podem contar com uma estrutura específica para investigar casos gripais onde serão atendidos, acolhidos e orientados, de forma que não precisarão ir aos consultórios ou hospitais para obter um diagnóstico seguro”, ressalta.

 Foto: Médico Diógenes José de Carvalho, que está coordenando o Centro de Atendimento da Unimed Dourados aos Pacientes com Sintomas de Síndrome Gripal.

CORONAVÍRUS

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias e provoca a doença chamada de Covid-19. Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. As dicas para se manter livre da doença são universais: lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel; cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir; evite aglomerações se estiver doente; mantenha os ambientes bem ventilados e não compartilhe objetos pessoais.

Os sintomas respiratórios mais comuns são tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta e coriza. Também podem se manifestar sintomas como fadiga, mialgia/artralgia, dor de cabeça, calafrios, gânglios linfáticos aumentados, diarreia, náusea, vômito, desidratação e inapetência. “O importante é que a pessoa fique atenta para a manifestação de três ou mais sintomas ao mesmo tempo e caso isso ocorra a recomendação é que procure ajuda médica o mais rápido possível”, orienta Diógenes José de Carvalho.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher é socorrida em estado grave após colisão entre carro e carreta
SÃO GABRIEL

Mulher é socorrida em estado grave após colisão entre carro e carreta

ECONOMIA

PIS/Pasep 2022: trabalhador já pode consultar se tem direito ao abono

Morto a tiros dentro de carro estava indo cobrar dívida, diz esposa

POLÍCIA

Durante visita, homem acaba esfaqueado pela namorada do amigo

EDUCAÇÃO

MS libera quase R$ 10 milhões para reformas em escolas do interior

CORUMBÁ

Vítimas de acidente na rodovia BR-262 são pesquisador e dentista

FUTEBOL

Palmeiras estreia no Paulistão com vitória sobre Novorizontino

TRÊS LAGOAS

Ex-funcionário rouba drogaria uma semana depois de ser demitido

ECONOMIA

UFGD abre hoje período de inscrições para 15 vagas de Bolsas Cultura

TRÁFICO

Helicóptero que saiu de MS é apreendido com 250 kg de cocaína

Mais Lidas

REGIÃO

Grave acidente deixa oito mortos em rodovia

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal

DOURADOS

Dois são flagrados com droga na PED

TRÁFICO DE DROGAS

Cocaína que saiu da região de fronteira do MS é interceptada em SP