Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Unidade Deodápolis atrai novos interessados no Repasto

22 março 2004 - 15h36

O Programa de Recuperação, Renovação e Manejo de Pastagens Cultivadas (Repasto), da Secretaria de Produção e Turismo do Estado (Seprotur), esteve em Deodápolis no último fim de semana, ocasião em que foi lançada mais uma unidade demonstrativa. Ao todo cinco hectares do sítio Santo Antônio, de propriedade de Antônio Alves da Silva, foram recuperados por meio do programa. A área foi escolhida e teve a pastagem substituída, pois os 22 hectares do sítio não eram suficientes para manter 20 vacas leiteiras em lactação.“Estamos muito satisfeitos. Agora vou ter mais pasto para o meu gado. Isso significa que eles vão ganhar peso e produzir mais leite, conseqüentemente vamos aumentar os nossos lucros”, explica Antônio da Silva que garantiu continuar investindo no programa. O dia de campo serviu de vitrine para as mais de 80 pessoas que conferiram de perto as explicações do engenheiro agrônomo e responsável pelo Repasto, Fábio Stefani e do diretor de agricultura da prefeitura de Deodápolis, Ivaldo Costa. Os participantes ficaram tão interessados que aproximadamente 10 produtores já estão na lista de espera para adotar a técnica utilizada pelo programa e que será acompanhada por responsáveis da prefeitura municipal de Deodápolis. Um deles é o pecuarista Paulo Cardim que vai implantar o Repasto em 20 hectares de sua propriedade. “O mais interessante é que com a renovação de pastagem vou aumentar o número de um para quatro animais por hectare”, conclui o ruralista. Já para Fábio Stefani “as expectativas foram além do esperado tanto quanto ao desenvolvimento da pastagem quanto ao interesse dos participantes”.De acordo com os cálculos de Ivaldo Costa os rendimentos de Antônio da Silva vão aumentar e muito. “Se colocarmos no papel que cada uma das 20 vacas leiteiras produzia três litros por dia a R$ 0,40 o lucro mensal do senhor Antônio era de R$ 720,00. Com a pastagem renovada cada animal vai produzir, em média, cinco litros por dia. Isso significa que a fatura mensal vai subir para R$ 1.200,00 sem levar em consideração o aumento do rebanho”, estima.Está marcado para o dia 26 de março, na Embrapa Agropecuária Oeste em Dourados, mais um dia de campo do programa Repasto em parceria com a Embrapa. Com uma agenda mais ampla estão programadas quatro palestras técnicas com o tema “Recuperação, manejo de pastagens e de solos, em sistemas de integração agricultura pecuária”, além de visita a campo. Mais informações pelo telefone 318-5000 ou (067) 425-5122. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
COVID-19
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
DOURADOS 
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,10%, com aprovação da PEC Emergencial no Senado
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
MAIS UM CAMPEONATO
CBFS confirma Juventude e Dourados terá dois times na Copa Brasil de Futsal
MUDANÇA
Delegado Alberto Rossi assume Corregedoria de Trânsito do Detran-MS
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 2 mil por incêndio
FAMÍLIAS FORTES
Programa federal vai atender 450 famílias carentes em Dourados
MS
Mulheres dedicam quase o dobro do tempo que os homens em atividades domésticas

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos