Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

União não consegue anular usucapião em fronteira

28 dezembro 2009 - 17h42

O fato de um terreno estar localizado em zona de fronteira, por si só, não caracteriza o local como terra devoluta. Com base neste entendimento, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça não acolheu o pedido da União contra um cidadão que entrou com ação de usucapião querendo a declaração do domínio de um terreno rural com mais de 46 mil metros quadrados, em Ipuaçú (SC).

Em primeira instância, o pedido foi extinto com análise do mérito, sob o fundamento de que o bem está localizado no interior da faixa de 150 quilômetros contados da divisa territorial do país com a Argentina. O cidadão recorreu e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina entendeu que o simples fato de se tratar de imóvel localizado na faixa de fronteira não tem condão de caracterizá-lo como terra devoluta. Para o TJ, cabia à União o ônus da prova de que se trataria de terreno devoluto.

O ministro Sidnei Beneti, relator do recurso, entendeu que não restou caracterizada a condição de terra devoluta, tal como definido e disciplinado nos referidos diplomas legais. Para checar a situação, disse, seria necessário reexaminar o conjunto probatório, o que é inviável devido a Súmula 7 do STJ.

A União recorreu ao STJ da decisão do TJ-SC, sustentando que a usucapião não se pode dar em face de terra devoluta situada em faixa de fronteira, associada ao fato de que não houve comprovação pela parte autora de que a área usucapienda se encontra sob o domínio particular, pressuposto necessário para a sua concessão. Por fim, alegou que não podem ser usucapidos os bens dominicais, como os demais bens públicos desde a vigência do Código Civil. O pedido foi negado pelo STJ. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREIOS
Cadela encontra droga avaliada em R$ 200 mil em encomendas despachadas
ECONOMIA
Senado Federal aprova MP do aumento salário mínimo para R$ 1.045
CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher