domingo, 05 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
23°min
Campo Grande
33°max
23°min
Três Lagoas
38°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
BRASIL

União deve fornecer medicamento à portadora de doença no sistema sanguíneo

23 outubro 2021 - 15h20Por Assessoria/TRF3

A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) determinou que a União forneça o medicamento Soliris (eculizumab) a uma portadora de Síndrome Hemolítico-Urêmica Atípica (SHUa), no prazo de duração do tratamento. A doença rara e grave afeta o sistema sanguíneo do paciente.

Para os magistrados, a autora comprovou a necessidade do remédio por meio de relatórios, prescrições, exames médicos e demonstrou não possuir recursos financeiros para o tratamento. Além disso, o Solaris está registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os requisitos estão de acordo com a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para a concessão de medicamentos de alto custo.

A SHUa é uma doença sistêmica e fatal, caracterizada por início agudo com destruição dos glóbulos vermelhos e plaquetas, formação de coágulos de sangue nos vasos sanguíneos e insuficiência renal. O rápido diagnóstico da doença e a terapia apropriada melhoram os resultados e podem reduzir riscos e consequentes complicações fatais, como insuficiência renal, acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco.

Em primeira instância, a Justiça Federal em Piracicaba/SP havia julgado procedente o pedido para condenar a União a fornecer o remédio à autora, na quantidade e prazo prescritos pela equipe médica. O ente federal apelou e sustentou que não haveria evidências científicas quanto à eficácia do medicamento. Argumentou ainda que laudos periciais não teriam comprovado a patologia da paciente e a medicação fornecida, por meio de liminar, não teria promovido a recuperação da função dos rins.

Ao analisar o caso no TRF3, a juíza federal convocada Denise Avelar, relatora do processo, afirmou que as alegações da União são improcedentes. “Cumpre asseverar que o tratamento com eculizumabe-Soliris tem, sim, dado resultados positivos, como se verifica pelos relatórios médicos, os quais reiteram a necessidade de continuidade de ministração do medicamento, diante da recuperação parcial da função renal da paciente”, relatou.

Para a magistrada, não cabe à União decidir qual a conduta médica a ser aplicada ao paciente, uma vez que a autoridade administrativa não pode limitar o alcance dos dispositivos da Constituição Federal.

“Uma leitura constitucional do caso demonstra que o postulado da dignidade da pessoa humana não permite, em nenhuma hipótese, o estabelecimento rígido do fornecimento de determinado medicamento/tratamento, sem chances de modificação, somente para que assim se onere menos o Estado”.

A relatora destacou que é dever do Estado prover os meios necessários a pacientes sem condições financeiras de custeio. “Considerando, assim, o alto custo do referido medicamento, negar-lhe o fornecimento pretendido implicaria desrespeito às normas constitucionais que garantem o direito à saúde e à vida”, destacou.
 
Por fim, a Terceira Turma, por unanimidade, negou provimento à apelação e determinou a entrega do remédio à autora conforme as prescrições médicas anexadas ao processo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Júri da Kiss: julgamento segue no domingo com depoimento de sócio da boate e mais um sobrevivente
JUSTIÇA

Júri da Kiss: julgamento segue no domingo com depoimento de sócio da boate e mais um sobrevivente

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
PANDEMIA

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

DEPUTADOS

Audiência na Câmara discutirá implementação da Política Nacional de Defesa

DEZEMBRO VERMELHO

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil
SAÚDE PÚBLICA

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

REGIÃO

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã

ILUMINAÇÃO ROXA

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência

INTERNACIONAL

Especialista diz que infecções são leves em crianças sul-africanas

TRÊS LAGOAS

Acusado de tentativa de furto cai de telhado de 4 metros ao tentar fuga

TRAGÉDIA

Homem morre afogado em córrego em área rural de Campo Grande

Mais Lidas

DOURADOS

Vídeo mostra jovem deitando em rua antes de acidente

DOURADOS

Homem morre atropelado no Jardim Piratininga e motorista foge do local

DOURADOS

Jovem estava deitado na rua e motorista de caminhão disse que não percebeu atropelamento

TRAGÉDIA

Trabalhador morre após queda de laje em Dourados