Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
EDITORIAL

Uma dor de cabeça a menos

23 fevereiro 2016 - 06h13

Um título podre datado de 1995 através do extinto banco Pontual e que vinha há anos tirando o sono dos agentes políticos que comandaram Dourados durante esse período, enfim, foi solucionado e agora trata-se de uma dor de cabeça a menos para as próximas administrações municipais.

Segundo a prefeitura, a dívida, que quando contraída apontava R$ 2 milhões através de um empréstimo um tanto quanto suspeito e após 20 anos se tornou num precatório que totalizava mais de R$ 500 milhões, foi praticamente zerada e agora os R$ 500 mil pagos mensalmente ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, poderão ser utilizados para a saúde, educação, infraestrutura ou outros investimentos de maior emergência para a população da cidade.

A medida é de se comemorar, sim, porém, serve também de aprendizado para aqueles que pouco, ou nenhuma responsabilidade tem com o erário municipal.

No passado, através de leis promíscuas, pessoas faziam o que bem entendiam e deixavam os municípios praticamente quebrados para o gestor seguinte, que precisava segurar o rojão.

Durante anos a política viveu dessa maneira, principalmente em períodos de sucessão.

Gastava-se muito e criavam-se leis que oneravam os cofres sem a preocupação fiscal por parte de seus administradores, resultando em salários de servidores atrasados e a dívida pública aumentando a cada dia.

Agora, com as novas medidas da Justiça Eleitoral, o gestor tem por obrigação deixar a casa em ordem e casos como esses implicariam em sérios problemas no futuro político deste ou daquele agente.

Com o fim aparente desse problema, resta agora aguardar e torcer por parte do próximo gestor, responsabilidade com o dinheiro público e que situações como essa de 20 anos atrás não volte a acontecer.

Que isso também se reflita em outros municípios, Estados e no país, no intuito de cuidar do dinheiro público, para que a população não tenha que pagar no futuro, por ações desmanteladas deixadas no passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após perseguição, policiais recuperam veículo roubado em distrito de MS
RODOVIAS
Após perseguição, policiais recuperam veículo roubado em distrito de MS
MERCADO DE TRABALHO
Federação estima criação de mil empregos em frigoríficos do Estado neste ano
Motociclista é flagrado com 14 pacotes de cigarro de origem estrangeira
DESCAMINHO
Motociclista é flagrado com 14 pacotes de cigarro de origem estrangeira
Vacinação contra a Covid-19 já teve início em quase todo o país
SAÚDE
Vacinação contra a Covid-19 já teve início em quase todo o país
Time douradense anuncia novas contratações para Taça Brasil de Futsal
ESPORTE
Time douradense anuncia novas contratações para Taça Brasil de Futsal
BRASIL
ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
STJ
Contrato de aluguel é válido mesmo que apenas um dos coproprietários tenha locado o imóvel
ESTADO
Governo lança obras no valor de R$ 34 milhões para asfalto e recapeamento de duas rodovias
BRASIL
Justiça autoriza investigação contra deputado por assédio sexual em SP
VILA ÍNDIO
Enfermeiro de 50 anos é primeiro vacinado contra Covid-19 em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão
ACIDENTE
Homem morre após sofrer descarga elétrica em Dourados
DOURADOS
Comitê alerta para crescente da Covid e prefeito expede decreto com novas regras
DOURADOS
Em ação conjunta, polícia deflagra operação para investigar crimes