Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99659-5905

UFGD sedia evento sobre trabalhos missionários e cultura indígena

28 janeiro 2010 - 15h37

A Comissão Organizadora da XIII Jornadas Internacionais sobre as Missões Jesuíticas informa que estão abertas as inscrições para participação no evento, a ser realizado na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) entre os dias 30 de agosto a 3 de setembro de 2010.
As inscrições podem ser feitas na página da internet, onde também há mais informações sobre o evento, no endereço: http://www.ufgd.edu.br/eventos/jornadas/ .
Ao preencher a ficha de inscrição, automaticamente será gerado um boleto bancário com a taxa de inscrição, no valor de R$ 25,00 para estudantes de graduação, R$ 45,00 para estudantes de pós-graduação e R$ 65,00 para professores.
Participantes da Argentina e do Paraguai poderão fazer o recolhimento da taxa mediante depósito na conta bancária indicada no site do evento. Participantes de outros países deverão preencher a ficha de inscrição pela internet e efetuar o pagamento da taxa no ato do credenciamento, no primeiro dia das Jornadas.
Submissão de comunicações
O participante que tiver interesse em submeter uma comunicação, tem o prazo até 31 de março para enviar o resumo estendido, contando com 600 a 800 palavras.
Para inscrever uma comunicação, o participante precisa designar na ficha de inscrição o nome do simpósio pretendido, título do trabalho a ser apresentado e o resumo expandido. A taxa de inscrição para os participantes que submeterem trabalho é de R$ 50,00 para estudantes de graduação, R$ 90,00 para estudantes de pós-graduação e R$ 130,00 para professores.

Temáticas abordadas
As XIII Jornadas Internacionais sobre as Missões Jesuíticas estão organizadas em conferências, mesas redondas, simpósios temáticos, sessões de comunicações livres, minicursos. Também deve acontecer apresentações culturais, lançamentos de obras, excursões culturais às aldeias indígenas e sessão de filmes e debates.
As primeiras Jornadas se concentraram nos estudos sobre a atuação da Companhia de Jesus, mas nas últimas edições os focos de discussão vem se ampliando conceitual e geograficamente. Nesta edição do evento quer-se manter as ênfases temáticas e geográficas que gravitavam em torno do antigo Paraguai, das missões jesuíticas e dos povos guarani ao lado de novos temas, como por exemplo, estudos relativos à história mais recente das populações indígenas kaiowá e guarani (ñandeva) do Mato Grosso do Sul, as missões protestantes e (neo)pentecostais, igrejas “indígenas”, identidade e tradição, educação escolar e escolas indígenas, desterritorialização e reterritorialização.
As Jornadas estão abertas a pesquisadores e pesquisadoras de diversas áreas de conhecimento desde que em diálogo com a temática das Jornadas. Dessa forma, pretende-se, numa abordagem interdisciplinar, estudar os processos sociais, políticos, ideológicos, econômicos, religiosos e culturais presentes na ação missionária dos inacianos e de outros grupos missionários, indagando sobre a adaptação, a resistência e o protagonismo dos povos indígenas das diversas regiões, às estratégias usadas e às interações em jogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIA MUNDIAL
Situação de stress social pode ser gatilho para quem tem esquizofrenia
ESTADO
Canil do Corpo de Bombeiros participa de ocorrências no interior e na capital
ESPORTE
Beach Handebol brasileiro busca alternativas para se manter no topo
INTERIOR
Com peças de Lego, alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
DOURADOS
MPE arquiva investigação sobre qualidade da internet fibra óptica e banda larga
COVID-19
Agência diz que EUA devem proibir viajantes do Brasil
ESTADO
TJMS implanta Serviço de Informação ao Cidadão
ESTADO
Governo mantém entrega de 1,7 mil moradias para 2020
MINISTRO
Internado para cirurgia, Toffoli apresenta sintomas de covid-19
ESTADO
Decisão pela devolução à consumidora de valor pago por carro defeituoso é mantida pelo TJMS

Mais Lidas

PANDEMIA
Números continuam aumentando e Dourados tem mais nove casos confirmados de coronavírus
TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
DOURADOS
Servidor da PED é diagnosticado com coronavírus e outros agentes são afastados