Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

TSE conclui com êxito cadastramento biométrico em Fátima do Sul

03 abril 2008 - 14h29

O Tribunal Superior Eleitoral através do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul)concluiu na última terça-feira, dia 1º de abril, o Cadastramento Eleitoral Biométrico em Fátima do Sul, um dos três municípios escolhidos no país para implantar a Revisão eleitoral que vai implantar em caráter experimental novo sistema de voto por identificação biométrica. Os outros municípios onde o trabalho foi realizado são: Colorado do Oeste em Rondônia, e São João Batista, em Santa Catarina.
Resultado final.
 
Segundo informações da Assessoria do TRE/MS no encerramento dos trabalhos, 12.384 eleitores (de um total de 14.602) foram cadastrados em Fátima do Sul, registrando-se o excelente índice de 84,81% de comparecimento.
Novos eleitores e transferências
Do início do cadastramento (03/3) até as 15 horas de ontem (01/4), 1351 eleitores foram cadastrados, entre transferências e novas inscrições.
Com o novo sistema, além do registro das impressões digitais, o banco de dados terá a fotografia digital de cada eleitor. A intenção é excluir a possibilidade de uma pessoa votar no lugar de outra, o que era possível até as últimas eleições.
Segundo o TSE, ao votar o eleitor terá confirmada sua identidade automaticamente, com a simples leitura de sua impressão digital, e o próprio eleitor vai liberar a urna eletrônica para a votação.
Com isso, a Justiça Eleitoral terá certeza que quem está inserindo o voto é aquele eleitor, eliminando assim todas as possibilidades de fraudes.
Kits permanecem em Fátima
Com a conclusão do trabalho, a previsão e de que um ou dois kits permaneçam em cada um dos municípios para cadastrar novos eleitores futuramente.
O objetivo da Justiça Eleitoral é que, em 10 anos, todos os eleitores brasileiros estejam cadastrados no novo sistema, o que, estima o TSE, custaria cerca de R$ 200 milhões. Mas, para isso, é preciso aprovar um projeto de lei no Congresso Nacional.
Em 2006, o TSE adquiriu 25 mil urnas eletrônicas preparadas para a identificação biométrica. “A proposta é que, em 10 anos, a partir da aprovação de um projeto de lei, todos os eleitores sejam identificados biometricamente”, disse o diretor-geral do TSE.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Carro batido é abandonado no Jardim América
DOURADOS
Carro batido é abandonado no Jardim América
UTI Covid segue com seis internações em Dourados
PANDEMIA
UTI Covid segue com seis internações em Dourados
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
BRASIL
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
LAVA JATO
Justiça Eleitoral vai julgar ação sobre empréstimo de R$ 12 milhões ao banco Schahin
MUNDO
Biden e Macron discutem defesa europeia e se reunirão em Roma
MS
Jovem é autuado pela PMA por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
STF
Ministra Cármen Lúcia suspende reintegração de posse em Rondônia
RIO MIRANDA
Catarinenses são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória em Bonito
JUDICIÁRIO
STJ define retorno de sessões presenciais para fevereiro de 2022 e dia de eleição para ministros

Mais Lidas

PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia