Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

TRF quer implantar turmas de juízes para atendimento ao MS

27 janeiro 2011 - 16h20

O presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, desembargador Roberto Haddad, disse nesta quinta-feira (27), durante audiência concedida ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul, Leonardo Avelino Duarte, que solicitou a implantação de duas turmas de juízes para atendimento exclusivo ao Mato Grosso do Sul. “O pedido foi encaminhado ao Conselho da Justiça Federal (CFJ) e deverá ser apreciado durante reunião marcada para o dia 13 de fevereiro”, disse Duarte.

Segundo Leonardo Duarte, com o envio desse pedido ao CFJ, o presidente do TRF da 3ª Região está demonstrando sua preocupação com o clamor da advocacia sul-mato-grossense. Ele lembrou que em abril do ano passado, durante encontro com membros do Conselho Seccional da OAB/MS, o desembargador Roberto Haddad ficou sensibilizado com as argumentações da entidade e prometeu analisar o pedido da criação de uma turma especial para Mato Grosso do Sul. “O presidente do TRF nos disse que se o pedido for aprovado pelo CFJ, os advogados poderão contar com uma turma de juízes exclusiva para o atendimento da demanda do nosso Estado ainda este ano”, comentou Duarte.

Na avaliação do ex-presidente e conselheiro federal suplente, Carlos Marques, a notícia tem que ser comemorada pela advocacia e pela sociedade sul-mato-grossense. Segundo ele, essa é uma reivindicação antiga e que vinha sendo proposta pelas gestões anteriores. “Durante muito tempo a OAB/MS vinha solicitando a instalação de pelo menos uma turma. Agora temos a possibilidade concreta de termos duas turmas. Com essa medida o trâmite processual ganhará mais agilidade”, avaliou o conselheiro que acompanhou a audiência.

Vara Federal – O presidente da OAB/MS informou, ainda, que Mato Grosso do Sul terá mais uma Vara da Justiça Federal, atendendo assim, mais uma solicitação da Seccional de Mato Grosso do Sul. “O presidente do TRF nos deu a garantia de que será instalada uma Vara Federal na cidade de Ponta Porã”.

Na avaliação do presidente da OAB/MS, com a implementação dessas ações que beneficiam diretamente o Mato Grosso do Sul, o TRF deixa de priorizar apenas as cidades paulistas. “Ao longo desses anos a advocacia sul-mato-grossense vinha se sentindo prejudicada”, ponderou Duarte, ressaltando que “a OAB/MS não pode deixar de reconhecer a boa vontade do desembargador Haddad, que sempre demonstrou estar empenhado em resolver essas questões”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Homem agride filho e nora de vereador, quebra viatura e danifica loja
SELEÇÃO
Ibama é autorizado a contratar 1,6 mil funcionários temporários
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda
Dupla é presa arremessando vodca, uísque e carne para dentro de presídio
IMUNIZAÇÃO
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
CAPITAL
Técnica em enfermagem denuncia colega por falsificar declaração de vacina
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais 2.791 mortes por Covid; média móvel aponta estabilidade
PONTA PORÃ
PMR recupera caminhonete roubada e apreende arma de fogo
SENADO
CPI da Covid convoca Ernesto Araújo, Wajngarten e representantes de vacinas

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira