Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

TRE determina retirada de propaganda dos gramados em SP

05 setembro 2004 - 21h28

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo determinou a retirada de toda a propaganda eleitoral colocada em área pública gramada, inclusive canteiros centrais e laterais de ruas e avenidas. A medida se aplica também à propaganda afixada em postes que estejam situados em gramados. A retirada será realizada nesta próxima semana. De acordo com a legislação eleitoral, é proibida a propaganda eleitoral em jardins públicos, incluindo todos os gramados localizados em áreas públicas. São responsáveis pela propaganda na capital, os juízes José Joaquim dos Santos, Galdino Toledo Júnior, Paulo Sérgio Galizia e Roberto Maia Filho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda
Dupla é presa arremessando vodca, uísque e carne para dentro de presídio
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
IMUNIZAÇÃO
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
CAPITAL
Técnica em enfermagem denuncia colega por falsificar declaração de vacina
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais 2.791 mortes por Covid; média móvel aponta estabilidade
PONTA PORÃ
PMR recupera caminhonete roubada e apreende arma de fogo
SENADO
CPI da Covid convoca Ernesto Araújo, Wajngarten e representantes de vacinas
CAPITAL
Professor é preso acusado de estuprar cinco alunas em lar beneficente
REGIÃO
Abertas inscrições para seleção de estagiários de Direito em Bela Vista

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira