Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 9860-3221

Tráfico de pessoas é intenso em regiões de pesca em MS

04 dezembro 2003 - 13h08

Os municípios de Bonito, Coxim, Corumbá e Porto Murtinho são as principais rotas utilizadas para o tráfico de seres humanos em Mato Grosso do Sul, sobretudo com fins de exploração sexual, segundo informa a secretária estadual de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, Eloísa Castro Berro. Ela participou esta manhã da abertura do 1º Seminário Interestadual Sobre Tráfico de Seres Humanos e Trabalho Escravo, que está sendo realizado na Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal), em Campo Grande.De acordo com Eloísa, o grande fluxo de turistas, sobretudo na alta temporada, é um complicador, aliado a dificuldades na fiscalização. Ao final do Seminário, nesta sexta-feira, serão encaminhadas aos órgãos que atuam no combate ao tráfico de pessoas e ao trabalho escravo

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARTIGO
Cenários para o Covid-19 e a capacidade do sistema de saúde em MS
CAPITAL
Motorista bêbado é preso em flagrante após capotar carro na BR-262
AVANÇO DO COVID-19
Brasil tem 19 mortes por coronavírus em um dia e total chega a 111
MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental captura capivara no centro da cidade de Coxim
PANDEMIA
Estudantes intercambistas poderão remarcar viagens sem custo
CAMPO GRANDE
Motorista de F-1000 faz “delivery” de cocaína e acaba preso na Capital
SÃO JOSÉ DO DIVINO
Prefeito de cidade do Piauí morre vítima do novo coronavírus
TRÊS LAGOAS
Polícia usa bala de borracha para conter rapaz que ameaçava mãe após surto
CRIATIVIDADE
Escolas estaduais criam canais para compartilhamento de conteúdo
ELDORADO
Dupla invade casa, faz família refém e foge com dinheiro e caminhonete

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
PANDEMIA
Bebê de três meses é novo caso confirmado de coronavírus em MS
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato
BATAYPORÃ
Paciente com suspeita de coronavírus é internada em estado grave em Dourados